PSD das Taipas repudia conteúdo e intenções do comunicado emitido pelo PS local
Terça-feira, Janeiro 10, 2012

Os deputados da Assembleia de Freguesia de Caldelas eleitos pelo PSD emitiram uma nota de imprensa onde dão conta do seu repúdio pelo conteúdo e intenções do comunicado enviado às redacções pelo PS local.

Em causa, como oportunamente demos conta, está a tomada de posição dos eleitos do Partido Socialista com assento na Assembleia de Freguesia de Caldelas e que, na sequência de um episódio ocorrido na última Assembleia de Freguesia (29 de Dezembro), pediram publicamente o afastamento do cargo de Pedro Martinho, presidente da referida Assembleia.

Os eleitos do PSD local já reagiram ao sucedido e, num documento enviado à imprensa, começam por “repudiar o conteúdo e intenções de tal comunicado e prestar publicamente total solidariedade para com o Presidente da Assembleia de Freguesia eleito – Dr. Pedro Martinho”.

Na nota de imprensa, os social-democratas consideram que a situação gerada não passa de uma tentativa de “branquear” aquilo que consideram ter sido uma atitude de “desrespeito” por parte de Ricardo Costa para com a Assembleia de Freguesia, nomeadamente para com o seu presidente, “querendo impor o uso da palavra e desrespeitando o Regimento em vigor”.

Os deputados do PSD consideram ainda que um voto de censura, ou uma hipotética expulsão de um membro da Assembleia, mancha aquele órgão mas, “sobretudo o prevaricador”, relembrando que é à Assembleia de Freguesia, enquanto órgão, “a quem compete, em exclusivo, analisar e deliberar sobre eventuais destituições dos membros da respectiva Mesa”.

“Próprias de quem está num processo de maturidade”, foi como o PSD local considerou as atitudes que Ricardo Costa teve naquela Assembleia de Freguesia.