PUB
PSD crítica declarações de António Magalhães ao Reflexo
Sexta-feira, Junho 23, 2006

Na reunião de 22 de Junho do executivo municipal, o PSD local não deixou passar a oportunidade sem comentar as declarações proferidas por António Magalhães numa entrevista concedida na edição de Junho ao jornal Reflexo. Relembrando a frase de Jorge Coelho de que “quem se mete com o PS leva”, os deputados do PSD acusam […]

Na reunião de 22 de Junho do executivo municipal, o PSD local não deixou passar a oportunidade sem comentar as declarações proferidas por António Magalhães numa entrevista concedida na edição de Junho ao jornal Reflexo. Relembrando a frase de Jorge Coelho de que “quem se mete com o PS leva”, os deputados do PSD acusam António Magalhães de ter decidido dar novo conteúdo a uma certa prática trauliteira do Partido Socialista, ao ter dito no referido jornal que “quando me atiram a primeira pedra, se eu puder atirar um calhau dos grandes, vai um calhau dos grandes”. Os Sociais-democratas consideram mesmo tratar-se, em certa medida, de uma sequência do incentivo “à canelada” que já tinha feito em mandatos anteriores.
Referiram ainda, na mesma intervenção, tratar-se duma entrevista onde António Magalhães, como ideia central, tenta passar que “o essencial está feito na vila das Taipas” contrariando o que havia referido há 10 anos atrás, também numa entrevista ao mesmo jornal, quando referiu que “punha as Taipas num brinquinho” .
Nota de reparo mereceu também a reacção do Presidente da Câmara ao último resultado eleitoral obtido pelo PS em Caldelas. Para os Sociais-democratas “Seria coerente que a maioria que sistematicamente tende a interpretar as vitórias eleitorais como sinal de reconhecimento do que é bem feito, tivesse a humildade de interpretar as derrotas como sinal de descontentamento face às injustiças e às desigualdades. Seria coerente e seria importante para o concelho” .

Na mesma reunião, foi aprovado um subsídio para as Festas da Vila e S. Pedro que se traduziu numa autorização por parte da edilidade vimaranense para ligação à rede de iluminação pública das ornamentações das Festas da Vila e S. Pedro, entre os próximos dias 28 de Junho e 4 de Julho, com a colocação de 6 contadores para 41,4 Kva. Nota para a solicitação da Junta de Freguesia de Caldelas que no ofício enviado à edilidade solicitava a colocação de 10 contadores entre os dias 9 de Junho e 4 de Julho.

Ainda no que respeita a subsídios, a Casa do Povo de Briteiros foi contemplada com uma verba de 219 euros proveniente das receitas de bilheteira do espectáculo “Portugal Positivo”, integrado nas últimas Comemorações do 25 de Abril. De referir ainda que as receitas deste espectáculo reverteram ainda para outras associações concelhias com vocação e prática na prestação de apoios sociais: Associação de Apoio à Criança (279 euros); Centro Juvenil de São José (349 euros) e Cercigui (436 euros).

Artigos Relacionados