PUB
Os seis sentidos
Quarta-feira, Janeiro 13, 2010

Compreendo que estivessem à espera que lhes falasse dos sentidos que todos nós conhecemos, como por exemplo, a visão, o tacto entre outros. Não, não vou falar desses sentidos, mas sim dos sentidos, que no mundo global são efectivamente necessários para vencer em qualquer empresa ou negocio que estejamos envolvidos.

Os tempos emergentes requerem uma nova inteligência. Na era em que nos encontrámos e em que prospera abundância em relação a tudo o que, inconsciente ou não, adquirimos, torna-se importante compreender o que nos leva a comprar determinado produto ou serviço em prejuízo de outro.

O mesmo acontece com atractividade de uma Industria, Freguesia, Município ou País. A conjugação destes sentidos que a seguir menciono, são necessários para a prossecução e desenvolvimento da nossa Terra.

Já não chega a função, é necessário Design. Na actualidade não chega criar algo economicamente de capital importância. É necessário ser bonito e emocionalmente apelativo. Caldas das Taipas traz consigo.

Já não chega a razão, é de todo necessária uma boa história. Uma história verdadeira rebate qualquer argumento que possa ser utilizado pelos nossos “concorrentes”. Caldas das taipas traz consigo.

Já não chega convergir, é necessário a sinfonia. É urgente ter uma visão abrangente e congregante, para que se possam cruzar novos caminhos, criando freguesias mais atraentes e apelativas. Calda das Taipas traz consigo.

Já não chega a lógica, é necessário empatia. É primordial estabelecer relacionamentos, entre instituições e pessoas, pois só assim conseguiremos alcançar a tão esperado desenvolvimento para a nossa Freguesia. Caldas das Taipas traz consigo.

Já não chega a seriedade, é necessário diversão. Na era do pensamento, no trabalho como na nossa vida, é necessário descontracção. Caldas das Taipas traz consigo.

Já não chega deter, é necessário um sentido. O sentido da vida e a realização espiritual, são valores intrinsecamente necessários, a todos e a cada um de nós. Não chega possuir, a valorização material, foi ultrapassada pela necessidade de possuir para além do palpável das coisas.

Pois é, os seis sentidos que vos falo, não são os já conhecidos sentidos, que todos nós identificámos, mas são

O design, história, sinfonia, empatia, diversão e sentido, são estes os sentidos necessários para que Caldas das taipas siga de uma vez por todas pelo caminho do sucesso.

A era da inteligência, de um mais um iguala dois, tem os dias contados. Estes problemas resolvem-se à distância de um click. Na era do pensamento e da inovação é necessário muito mais, são necessárias novas ideias, novos modelos de desenvolvimento que satisfaçam as pessoas para além do material. Satisfazer, não chega, é preciso encantar.

Muito obrigado e viva Caldas das Taipas!