PUB
Os Piolhos
Quinta-feira, Outubro 14, 2010

Os piolhos (Pediculus capitis) são insectos que acompanham o homem desde a antiguidade. Não voam, não saltam, rastejam. Vivem no cabelo, depositam ovos (as lêndeas) e alimentam-se do sangue do couro cabeludo a cada 4/6 horas. O piolho adulto mede cerca de 2 a 3 mm de comprimento. Os ovos eclodem em 8 a 9 dias e demoram 9 a 12 dias para atingirem o estado de adulto. O piolho fêmea põe 5 a 10 ovos por dia e produz uma substância tipo cola para permitir que as lêndeas fiquem fixas aos cabelos. O ciclo de vida de cada piolho é de cerca de 3 semanas.
A infestação por piolhos é um problema frequente em crianças na idade escolar e não tem relação com o estrato social ou a situação económica. Não é um perigo de saúde pública ou sinal de má higiene. Não está relacionado com a transmissão de doenças. Transmite-se habitualmente por contacto directo cabeça a cabeça e mais raramente pela partilha de determinados objectos como pentes, escovas, chapéus, bonés e almofadas.
Os piolhos manifestam-se habitualmente por comichão/coceira no couro cabeludo, especialmente na nuca e atrás das orelhas. A comichão é provocada por uma reacção à saliva do piolho. Deve suspeitar da sua presença se vir lêndeas esbranquiçadas presas ao cabelo (tipo caspa). A melhor forma de os detectar é por observação directa mas atenção que os piolhos adultos vivos confundem-se muitas vezes com a cor do cabelo.
O tratamento deve ser iniciado se encontrar piolhos vivos. Para os eliminar pode usar produtos de aplicação tópica seguindo as instruções de uso do folheto e o método manual. O cabelo molhado diminui a velocidade de fuga dos piohos. Atenção que as grávidas, mulheres a amamentar e crianças com menos de 2 anos não podem usar determinados produtos.
Para prevenir a transmissão deve ser evitado o contacto directo com a cabeça de outras pessoas, não devem ser partilhados objectos potencialmente infestados e deve ser iniciado o tratamento. Fora do couro cabeludo, o piolho sobrevive em média 24 horas e a lêndea 48 horas. Os conviventes directos devem ser rastreados. A infestação por piolhos não é uma situação de evicção escolar desde que tratada ou em tratamento.
Se lhe aparecerem piolhos, não tenha vergonha: os piolhos gostam de cabelos limpos! Extermine-os.