PUB
Orçamento Participativo registou 145 propostas
Quinta-feira, Maio 2, 2013

Quase centena e meia de propostas deram entrada até ao último dia de Abril, data limite para apresentação das mesmas, para o Orçamento Participativo de Guimarães.

O último dia registou uma elevada apresentação de propostas para a primeira edição do Orçamento Participativo promovido pela Câmara Municipal de Guimarães. Durante o mês de Abril os munícipes de Guimarães e todos os que trabalham no concelho puderam apresentar as suas propostas de intervenção em três grandes áreas: a de ação e intervenção social; a da cultura e do turismo e a do desporto. Como é do seu regulamento, para a primeira, a Câmara disponibiliza 500 mil euros e para cada uma das outras áreas são 250 mil euros.
Numa breve consulta ao site no dia seguinte ao fecho de apresentação das propostas, verifica-se que estão referenciados 145 projectos e vários deles com possíveis intervenções em Caldas das Taipas e nas freguesias vizinhas, como é o caso de requalificar o auditório dos bombeiros Voluntários, de criar condições para a prática de canoagem no rio Ave, a criação da plataforma das artes no antigo mercado, um mês cultural em Sande S. Martinho, a repavimentação do ringue de futebol na mesma freguesia, a criação de uma escultura permanente na rotunda junto à ponte em Caldas das Taipas, um parque de lazer na Ínsua em Ponte, a casa das artes na antiga escola do Pinheiral, intervenção social em Sande S. Martinho, comunidade castreja em movimento, compilação musical por parte do Movimento Artístico Taipense, a reaparição do Rock in Taipas, recuperação da procissão para a capela Nª senhora da Conceição em Longos, projecto Espaço Furado em Briteiros S. Salvador e acesso gratuito à internet em Sta Eufémia de Prazins.

Encerrado o período de apresentação das propostas, os técnicos da Câmara Municipal têm o mês de Maio para validar essas propostas que cumpram os requisitos deste orçamento participativo. De um a trinta de Junho, cada participante apenas poderá votar uma vez, para todas as propostas do Orçamento Participativo.

A votação nos projetos validados pelos serviços municipais decorre por via eletrónica https://op.cm-guimaraes.pt/ e presencialmente através das assembleias de voto que serão organizadas pela autarquia durante o período de votação.
São vencedores os projetos mais votados dentro de cada área de competências especificamente definida para esta edição do Orçamento Participativo de Guimarães, até ao montante máximo do orçamento definido para cada uma delas e com um valor máximo de 50 mil euros por projecto. De um a cinco de Julho serão divulgados os resultados.

Artigos Relacionados