PUB
Orçamento Participativo de Guimarães no Ministério Público
Quinta-feira, Novembro 13, 2014

Uma denúncia escrita de um cidadão relativa à impossibilidade de ter votado, por alguém já o ter feito sem seu consentimento, leva Câmara de Guimarães a encaminhar assunto para o Ministério Público.

O Executivo da Câmara Municipal de Guimarães reuniu na manhã desta quinta-feira e, ainda antes da entrada na agenda da reunião, foi dado a conhecer aos presentes que o município encaminhou para o Ministério Público, uma denúncia apresentada por escrito por um cidadão, cuja identidade não foi revelada, relativa ao Orçamento Participativo 2014.

No essencial, esse cidadão viu-se impossibilitado votar na proposta que pretendia, uma vez que, sem o seu consentimento, o seu voto já havia sido utilizado.

Recorde-se que a deteção de irregularidades nas votações já tinha levado a Câmara a anular todos os registos e votos verificados até à data e a estabelecer novos prazos sendo que, nesta altura, decorre a nova fase registo e votação, assegurada por novos métodos de validação.

Artigos Relacionados