PUB
O que esperamos do EURO 2004
Sábado, Outubro 11, 2003

Caros leitores, venho reflectir convosco sobre um tema que engloba uma modalidade desportiva que me é querida e da qual sou adepto, futebol. O evento que o nosso país vai organizar tem um impacto na vida social e económica a que devemos estar atentos e aproveitar.

Entrar numa discussão de concordar ou não com o “timing” da realização do evento no nosso país, é neste momento uma discussão inútil, o facto é que temos cá o Euro e temos que lhe dar saída.

Isto vem a propósito de observar que, sendo Guimarães uma sede e tendo um estádio onde se vão disputar jogos, não vejo qualquer iniciativa ou movimentação para atrair algo para a nossa vila.

Com o investimento que a Câmara Municipal de Guimarães fez no estádio, espero que não se tenha esvaziado todo e qualquer possível investimento das infra-estruturas de apoio ao Euro.

Penso que se deveria aproveitar o evento para promover as Taipas, estamos a poucos meses de se iniciar e não há nada que identifique que Caldas das Taipas está com o Euro. Por exemplo, por que não a criação de um guia turístico de Caldas das Taipas e dos seus arredores.

Seria bom que houvesse da parte das autoridades locais incentivos para que, por exemplo, os comerciantes, as indústrias se reunissem e em conjunto encontrassem formas de encarar e tirar proveito desta realização que custa dinheiro a todos nós.

Sem mais até à próximo número.
E viva as Taipas!