PUB
O executivo da CM Guimarães atribui subsídios às associações desportivas
Sexta-feira, Fevereiro 7, 2014

Tendo em conta o apoio à formação de camadas jovens e eventos desportivos foram atribuídos os seguintes apoios: CART, 10 mil euros; CC Taipas e Sandinenses, 7 mil e 500 euros e Clube de Ténis de Mesa, mil euros.

A proposta de atribuição de subsídios a clubes desportivos do concelho, num total de 724.500 mil euros, mereceu o consenso de toda a vereação, na reunião realizada a 6 de fevereiro. No Registo Municipal das Associações Desportivas encontram-se inscritos 68 clubes desportivos, requisito indispensável para a apresentação de pedidos de apoio ao financiamento municipal. Até ao final do prazo de candidaturas, 31 de Outubro de 2013, deram entrada nos serviços de desporto da CMG um total de 77 candidaturas, correspondendo a 28 pedidos de apoio à construção e requalificação de instalações desportivas, 34 pedidos de apoio à formação de camadas jovens, 13 pedidos de apoio à organização de atividades e eventos desportivos e 2 pedidos de apoio à atividade competitiva internacional e deslocações ao estrangeiro.

Da verba total, 250 mil euros destinam-se ao pagamento de valores relacionados com relvados sintéticos e 474.500 mil euros relativos a candidaturas da época desportiva 2013/2014.

Tendo em conta os projetos de relvados sintéticos aprovados, cujo contrato-programa para o efeito teve a duração de 4 anos, deve ser cativa a verba correspondente à última tranche, conforme aprovado, no total de 250 mil euros. Como se sabe os relvados sintéticos foram instalados no CC Taipas, Pevidém Sport Clube, Brito Sport Clube, G.D.R. “Amigos de Urgezes” e G.D. União Torcatense.

Na área de apoio à construção e requalificação de instalações desportivas somente o Vitória SC (100 mil euros), Xico Andebol (45 mil euros), GD União Torcatense (10 mil euros), GD Serzedelo (15 mil euros) e GRC de Aldão (30 mil euros), obtiveram apoios por parte da CMG.

Na área de apoio à formação de camadas jovens e eventos desportivos foram vinte e cinco os clubes contemplados com subsídios, com destaque para os 100 mil euros (valor máximo), atribuído ao Vitória SC. Como já foi referido, o CART obteve 10 mil euros; 7 mil e 500 euros para o CC Taipas, Sandinenses, Pevidém SC, Brito SC e Desportivo de Ronfe; 1.500 euros para o CSCDR Vila Nova Sande e mil euros, para o Clube de Ténis de Mesa. Ao Clube Operário de Campelos, no âmbito da organização de eventos desportivos, foi atribuído um valor de 2 mil euros.

Artigos Relacionados