PUB
O Dia Liberdade é assinalado nos próximos dias
Quinta-feira, Abril 23, 2015

Há 41 anos, o dia 25 de Abril foi um dia diferente de todos os outros dias dos passados nos 41 anos de ditadura. Várias actividades nos próximos dias assinalam a data, relembrando os valores conquistados naquele dia.

Cumpre-se este ano o quadragésimo primeiro aniversário da revolução que fez cair o regime ditatorial, que limitava a liberdade do povo português durante o chamado Estado Novo. Os portugueses acordaram na manhã de 25 de Abril num mesmo país que se tornara diferente, literalmente, da noite para o dia. Cumprem-se este ano 41 anos de liberdade, o mesmo período que Portugal esteve sob o regime ditatorial do Estado Novo.

Na prática não terá sido bem assim. Os ventos de mudança já faziam sentir aqui e ali e o próprio golpe de estado vinha sendo preparado há meses, em surdina. Portugal mergulhou depois numa época de alguma turbulência, derivada da reclamação da tomada dos destinos do país por várias forças políticas e militares, que então passaram a beneficiar da pluralidade de opiniões e da liberdade de actos.

A data enche-se de simbolismo, numa geração que ainda tem vivas as memórias daquele dia de 1974. Mas as novas gerações, que não viveram aquele momento-charneira na história recente de Portugal, parecem cada vez mais alheadas da importância que a mesma determinou dali em diante para as suas vidas, cada vez mais comandadas através de dispositivos móveis.

Para já a data continua a não passar em claro e são várias as manifestações que a assinalam – o Dia da Liberdade. Quem vem desenvolvendo actividades nesse sentido é o Núcleo de Estudos 25 de Abril, que surgiu na comunidade escolar da Escola EB2-3 de Briteiros, mas que entretanto ganhou vida própria.

O programa deste ano propõe um espectáculo de música a cargo da Academia de Música Fernando Matos e da Academia de Artes Ritmos. O espectáculos “Vozes em Liberdade” está marcado para as 22 horas de Sexta-feira, no Multiusos da Escola Secundária das Taipas.

O programa continua com a exposição “Liberdade é… Design” que, em colaboração com a Taipas Termal lançou o desafio aos alunos de vários agrupamentos de escolas para recriar o design da embalagem que contém os dois sabonetes termais. O resultado estará em exposição entre 1 e 7 de Maio, no Hotel das Termas.

Em Guimarães, são várias as actividades programadas para estes dias. A primeira das quais está marcada para Quinta-feira, às 18 horas, na Casa da Memória, com a inauguração da exposição “O 25 de Abril”, que está patente naquele espaço até ao dia 1 de Maio. No mesmo dia o Cineclube de Guimarães, às 21.45 horas, exibe o filme “Mudar de Vida – José Mário Branco: Vida e Obra”, realizado por Nelson Guerreiro e Pedro Fidalgo.

Na Sexta-feira 24, acontece no Centro Cultural Vila Flor o espectáculo “Sons da Liberdade”, com a participação de vários artistas vimaranenses e do Cineclube de Guimarães, que projectará imagens evocativas de 1974.

Para o dia 25 de Abril, está marcada a Sessão Solene Comemorativa do 25 de Abril, com a reunião da Assembleia Municipal na Plataforma das Artes e da Criatividade. A sessão terá a participação musicla do Coro Infantil e Juvenil da Escola de Música da Sociedade Musical de Pevidém.

Dia terminará com a apresentação, às 22 horas no Centro Cultural Vila Flor, do espectáculo “Tripla Personalidade”, uma criação de Alberto Fernandes, com a participação da Academia de Artes Performativas (TOCA) e do Centro de Estudos Para as Artes Populares e Tradicionais (CEAPT).

A série de actividades em Guimarães, que assinalam o dia da Liberdade e que foi elaborada pelo município com o envolvimento de várias colectividades do concelho, prossegue no dia 26, às 16 horas, na Casa da Memória, onde estará Arnaldo Trindade, fundador da editora Orfeu e que foi o editor dos discos de José Afonso, que falará sobre “A Perspectiva Editorial na Resistência”. Finalmente, dia 27, Segunda-feira às 21.30 horas, César Machado coordenará o debate em torno do livro “Guimarães, Daqui Houve Resistencia” e do papel das associações de Guimarães na resistência à ditadura.

Os espectáculos no Centro Cultural Vila Flor, “Sons da Liberdade” (24 de Abril, 22 horas) e “Tripla Personalidade” (25 de Abril, 22 horas) são de entrada gratuita, sendo necessário o levantamento de ingressos limitados a dois por pessoa.