PUB
Novelas no futebol
Quarta-feira, Outubro 3, 2007

O mundo do futebol é propício em autênticas novelas que animam o povo. E os responsáveis da informação, em geral, dão ao povo aquilo que eles pedem.

Neste último mês, então, foram pródigos alguns episódios que centraram todas as atenções dos espectadores. Primeiro a esperada “chicotada-psicológica” no Benfica, com Fernando Santos a deixar o seu lugar em aberto para a entrada de José António Camacho. Que espectáculo aquele primeiro treino do espanhol, no Centro de Estágios do Benfica, onde três mil pessoas saudaram o regresso de Camacho e as câmaras de televisão fizeram directos com este fantástico acontecimento.

Seguiu-se a famigerada cena de pugilato, com o soco de Scolari a um internacional da Sérvia. Infelizmente, uma cena muito comum por estes campos de futebol, mas como se tratou do nosso Seleccionador Nacional houve necessidade de empolar a cena e transformá-la num “drama”. Scolari cumpriu o seu papel de actor, ele que até tem sido determinado e muito convicto na razão dos seus actos e decisões, vestiu a pele de cordeirinho e veio a público pedir desculpas aos portugueses e mostrar-se arrependido pelo acto cometido. Gostaria de o ouvir a pedir desculpas pelos resultados que a Selecção de Portugal tem averbado na campanha para o Euro’2008 assim como de algumas opções que tem tomado sem resultados para Portugal.

E para aquecer o mês de Setembro, saltou para a estampa o “divórcio” oficial entre José Mourinho e Abrahmovich. Ou entre Mourinho e o Chelsea. Os adeptos do clube londrino mostraram-se “agradecidos” ao técnico Português por ter colocado o clube na senda dos sucessos. O Chelsea, com Mourinho, ao fim de 50 anos, arrecadou um título de Campeão em Inglaterra. Mas provou-se que ninguém é imprescindível. Até mesmo o “special-one”. Gostava, ainda, partilhar com os leitores do “Reflexo” o carisma que Mourinho detém além fronteiras. No dia em que sucedeu a sua saída do Chelsea, por motivos profissionais, encontrava-me em Estocolmo (Suécia), e foi com algum espanto que reparei na primeira página do suplemento desportivo de um jornal daquele país (Expressian), com destaque geral para a ruptura entre Mourinho e o Chelsea. E nem era um jornal de Inglaterra ou Portugal.

Vem aí o mês de Novembro e adivinham-se mais episódios na novela do futebol.

Atenção às cenas dos próximos capítulos!

26