PUB
Mulher de trinta anos perde a vida no Rio Ave
Segunda-feira, Março 19, 2007

Suicídio terá sido a causa mais provável. Fátima Ribeiro, de 30 anos, de Ronfe, atirou-se ao rio passariam poucos minutos das 14 horas.

Um indivíduo do sexo feminino morreu hoje no Rio Ave nas Caldas das Taipas. Maria de Fátima Ribeiro, 30 anos, pôs termo à vida alegadamente devido a problemas psiquiátricos relacionados, nomeadamente, com um processo de custódia da sua filha.

Diversos relatos de populares, que se encontravam no Parque de Lazer das Taipas, referem que a vítima se terá precipitado para o rio depois de ter parado o carro na alameda e atravessado toda a área do parque. Testemunhas oculares dizem ainda ter visto a vítima a esbracejar.

Maria de Fátima Morais Ribeiro, de trinta anos e moradora em Ronfe, encontrava-se num processo de tratamento de problemas de depressão, tendo recebido alta de uma clínica de psiquiatria há poucos dias. Fátima Ribeiro era parte num processo de custódia da sua filha.

Suicídio será, portanto, a causa mais provável do óbito. O alarme foi dado nos Bombeiros das Caldas das Taipas cerca das 14.30 h. Eram 15.20 horas quando o corpo viria a ser retirado do rio pelos nadadores dos Bombeiros Voluntários de Caldas das Taipas, já sem vida. Às 16 horas a ambulância que transportou o corpo saiu do local, onde esteve ainda presente a GNR e uma equipa do INEM.

Texto e fotos: Paulo Dumas e Manuel António Silva

Artigos Relacionados