PUB
Milhares de alunos preparam regresso à escola para o início de mais um ano lectivo
Quarta-feira, Setembro 7, 2016

O ano letivo 2016-2017 está à porta e com ele, o regresso de milhares de estudantes, dos vários ciclos de ensino público, começa a prepara-se.

O Calendário Escolar definido pelo Governo aponta o início do novo anos escolar para o Ensino Básio e Secundário para os dias 9 a 15 de Setembro.

Numa ronda pelos estabelecimentos escolares das Taipas, Ponte e Briteiros, podemos adiantar que a data escolhida para o início das atividades letivas foi o dia 15 de Setembro. Relativamente à Escola Secundária das Taipas, apesar de não termos conseguido obter informação oficial em tempo útil, tudo indica que o arranque do novo ano letivo também aconteça nessa data.

Na generalidade dos estabelecimentos escolares que contactamos, o dia 14 de Setembro será dedicado à receção dos novos alunos.

Na totalidade, entre Agrupamentos de Escolas das Taipas, Briteiros e Arqueólogo Mário Cardoso, em Ponte e a Escola Secundária das Taipas, serão mais de 4 mil alunos, do ensino pré-escolar ao Secundário, a regressar aos bancos da escola para o início de um novo ano escolar.

Este número representa uma perda de alunos que, apesar de tudo, se revela menor quando comparado com os anos letivos anteriores.

No final da reunião de vereação do dia 8 de Setembro, Adelina Pinto manifestava tranquilidade pela arranque do ano lectivo no concelho de Guimarães. Segundo a vereadora com a pasta da educação do município de Guimarães está tudo pronto para receber os cerca de 20 mil alunos.

As escolas do concelho têm cem novos funcionários colocados, num processo que Adelina Pinto refere como não tendo sido fácil de executar. De resto, a responsável garante que tudo está pronto para o novo ano lectivo, nomeadamente as actividades de animação e apoio à família, que este ano passam a ser dirigidas unicamente pela Câmara Municipal.

Apesar das escolas e dos infantários que encerraram em Guimarães, a vereadora aponta que está tudo calmo o que indica que a autarquia fez o seu trabalho prévio, no sentido de assegurar os recursos necessários às crianças que transitam de equipamentos escolares que encerraram.

Num trabalho publicado na edição de Setembro do jornal Reflexo, nas bancas ainda esta semana, são dados a conhecer mais detalhes sobre estes e outros números do novo ano letivo.