PUB
Menos mortos e alteração de mentalidades em relação ao álcool
Quinta-feira, Julho 6, 2006

A Comissão Distrital de Segurança Rodoviária analisou o relatório de Maio de 2006 sobre a situação da sinistralidade no Distrito. Nesse mês ocorreram 236 acidentes com vítimas de que resultaram 3 mortos, 19 feridos graves e 302 feridos leves. Comparativamente a Maio de 2005, registou-se a uma diminuição do número de mortos (-6) enquanto que […]

A Comissão Distrital de Segurança Rodoviária analisou o relatório de Maio de 2006 sobre a situação da sinistralidade no Distrito.

Nesse mês ocorreram 236 acidentes com vítimas de que resultaram 3 mortos, 19 feridos graves e 302 feridos leves.

Comparativamente a Maio de 2005, registou-se a uma diminuição do número de mortos (-6) enquanto que os restantes indicadores de sinistralidade não sofreram alterações.

Os Concelhos com maior número de acidentes com vítimas foram o de Braga com 43, Guimarães com 39, Barcelos som 35 e Vila Nova de Famalicão com 34 acidentes.

Verificou-se que a colisão no Distrito foi responsável 56% dos acidentes, 25% de despistes e 19% os atropelamentos. Quanto às causas mais frequentes dos acidentes registados, foi a velocidade excessiva, a manobra irregular e o desrespeito pela sinalização.

A Comissão referiu a importância das acções de fiscalização das várias Forças de Segurança e referiu que a Brigada de Trânsito aumentou em 16% a sua actividade, em comparação com o mesmo mês do ano anterior.

Coincidência, ou não, verificou-se um aumento das contra ordenações leves (114,08%), graves (32,08%) e muito graves (141,18%). Houve também um aumento das operações stop, das viaturas fiscalizadas e uma redução de 33 infracções à condução sob a influência do álcool, o que indica uma positiva alteração das mentalidades.

Artigos Relacionados