PUB
Mau tempo não demoveu foliões nas Caldas das Taipas
Quarta-feira, Fevereiro 6, 2008

As manifestações do Carnaval foram este ano marcadas pelo mau tempo, que levou à alteração do programa inicial de três dias. Mesmo assim, várias centenas de pessoas assistiram ao programa da tarde de terça-feira e ao Enterro do Arturinho.

Terça-feira de Carnaval amanheceu nublada e com períodos de chuva. Uma desilusão para aqueles que prepararam as festas do Carnaval deste ano na vila de Caldas das Taipas.

Mesmo assim, a festa saiu à rua. A partir das 14 horas a programação decorreu ora nas ruas da vila, ora na Rua Professor Manuel José Pereira, em frente à escola, onde decorreram espectáculos de variedades.

À noite, repetiu-se o tradicional Enterro do Arturinho, com a leitura do seu testamento no Largo Dr. João Antunes Guimarães. Várias centenas de pessoas assistiram a esta manifestação, cujo texto focou este ano a actividade da ASAE e os buracos na vila.

Este ano, o programa estendia-se por ter três dias, com início no domingo, dia 3 de Fevereiro. No entanto, o mau tempo impediu que os desfiles que estavam previstos saíssem à rua.

Excertos do Testamento do Arturinho
5 de Fevereiro de 2008

1.
Ao abrir o testamento,
Declaro o que está escrito
Que o Arturinho vos saúda,
Com um bestial manguito.

5.
Vai embrulhado na mortalha,
Em sinal que há luto
Mas que não apareça a ASAE,
Julgando que é um charuto.

7.
E tu amigo Castreja,
És o Rei de tantas brechas
Ou pões tiragem p’ró fumo,
Ou vem a ASAE e fechas.

8.
Ó museu, tu tem cuidado,
Por ainda estares inteiro
És o nojo desta vila,
Vergonha do meu traseiro.

12.
Vão fazer o campo de golfe,
E movimentar os tacos
Que joguem aqui na vila,
Que está cheia de buracos.

16.
No parque fluvial,
Cúmulo da água branca,
Aí vai ser construído
O estádio da petanca.

17.
Até no estacionamento
Continuam as asneiras,
Estacionam nos passeios
E até nas passadeiras.

20.
O ministro da Saúde
Teve umas boas tendências
P’ra continuar a fechar
Os serviços de Urgências.

21.
A mudança dos ministros
Já está a começar
É bom que acabe já,
Para isto melhorar.

Artigos Relacionados