PUB
Magalhães preocupado com linhas de Alta Tensão
Sexta-feira, Outubro 26, 2007

O edil vimaranense quer saber se há perigo efectivo quanto às linhas de alta tensão. Este é, segundo Magalhães, um assunto delicado e espera conclusões de vários requerimentos para “tranquilizar a população”.

António Magalhães quer saber se há ou não perigo efectivo para a saúde pública decorrente das linhas de alta tensão eléctrica. O presidente da Câmara Municipal de Guimarães entende ser este um assunto delicado, sendo necessário tranquilizar os cidadãos. As respostas esperam-se, depois de ter sido apresentado um requerimento para esclarecer a situação.

Na segunda reunião do executivo municipal de Outubro, foi lançado à discussão pelo vereador Rui Vítor Costa o estado degradado de algum mobiliário urbano, focando especialmente alguns casos na freguesia de Moreira de Cónegos. O vereador do PSD, munido de fotografias, apresentou alguns exemplos de abrigos de paragens de autocarro, papeleiras e ecopontos destruídos por repetidos actos de vandalismo.

No que respeita a este assunto, o presidente da Câmara Municipal concordou que esta é uma situação de difícil controlo já que estes actos de vandalismo, perpetrados por grupos de jovens, acontecem com muita frequência e em vários pontos do concelho, não só em Moreira de Cónegos.

António Magalhães lamentou que as juntas de freguesia não tenham a “sensibilidade suficiente” para resolver estes casos, uma vez que recebem verbas para o efeito. “A câmara não tem capacidade para estar atenta a todas as situações que se passam no concelho. As juntas têm dinheiro para resolver estes problemas, mas se calhar é mais fácil gastar o dinheiro em passeios de idosos” – atirou o edil.

O processo da construção da via de ligação ao AvePark continua, ainda na fase de compra de parcelas de terreno. A obra já foi adjudicada por um valor de 1,6 milhões de euros.

Esta foi a primeira sessão com a vereadora da CDU Amélia Guimarães, que veio substituir Salgado Almeida.

Texto: Paulo Dumas

Artigos Relacionados