PUB
Magalhães agradece publicamente a Manuel Pinho
Quinta-feira, Julho 23, 2009

A última reunião do executivo antes das férias foi marcada pelo elevado número de propostas levadas a discussão o que motivou uma manifestação de protesto da CDU.

António Magalhães manifestou-se publicamente agradecido ao ex-Ministro da Economia, Manuel Pinho, pelo seu empenho na resolução de problemas relacionados com a sustentabilidade de várias empresas do concelho.

De acordo com o presidente da Câmara Municipal, o ex-governante interveio em dez dossiers, nos quais teve um papel determinante na procura de uma saída para empresas que estavam numa situação financeira difícil. Deu mesmo o exemplo do Grupo Pizarro, em Brito, empresa que teve a visita do próprio Manuel Pinho, em Março passado.

Manuel Pinho foi o Ministro da Economia do governo de José Sócrates até ao último debate do Estado da Nação, no início do mês, altura em que se dirigiu com um gesto inapropriado ao deputado do PCP Bernardino Soares, tendo de seguida pedido a demissão.

CENTRAL DE CAMIONAGEM COM NOVA SALA DE ESPERA
Dentro do conjunto de informações transmitido pelo presidente da Câmara Municipal, foi anunciado que a intervenção na Central de Camionagem (na foto) está praticamente concluída, tendo as obras sido resultado de um protocolo assinado pela câmara e a SONAE, que administra o Guimarães Shopping.

A obra mereceu a visita dos vereadores que puderam comprovar in loco as mudanças que foram introduzidas. O vereador encarregue da pasta do ambiente, Armindo Costa e Silva, guiou a comitiva dando conta dos melhoramentos introduzidos.

A intervenção, ainda em fase de acabamentos, contemplou uma nova sala de espera independente dos cais de embarque, permitindo que os utentes estejam protegidos dos gases dos veículos e do ruído.

A estação passará a ter um sistema de videovigilância e está equipada com um conjunto de ecrãs informativos, que transmitirão informações relativas aos horários, destinos e cais de embarque dos autocarros.

MAIS UMA VEZ A CONCENTRAÇÃO MOTARD
Nota ainda para uma das propostas votadas e que mereceu o voto contra dos vereadores do PSD. Tratava-se de um subsídio para o Moto Clube de Guimarães, para apoio à realização de mais uma concentração motard entre os dias 4 e 6 de Setembro, no parque das Caldas das Taipas.

Rui Vítor Costa justificou o voto contra com o continuado desentendimento entre a Câmara Municipal e a Junta de Freguesia de Caldelas quanto ao assunto. Na opinião do vereador social-democrata “esta desarticulação é mais uma questão de birra do que outra coisa”.

Ressalvou que o voto contra não é nenhum tipo de desconsideração pelo Moto Clube de Guimarães, mas sim uma manifestação de alinhamento para com a autarquia taipense.

O PROTESTO DA CDU
Esta foi a última reunião do executivo da Câmara Municipal de Guimarães antes das férias de Verão e que teve a particularidade de ter um número elevado de propostas a deliberar. A agenda da reunião continha 93 pontos, o que levou a vereadora Ana Amélia Guimarães a apresentar um protesto, sustentando que o volume de matéria a tratar numa única reunião não facilita a decisão, tratando-se de uma barreira ao exercício da democracia.

Texto: Paulo Dumas

Artigos Relacionados