PUB
Livros para a Guiné e um novo espaço para os Deficientes Visuais do Distrito de Braga
Domingo, Outubro 22, 2006

Oitocentos quilos de livros ajudam Português na Guiné-Bissau São cerca de 800 quilos de livros e material escolar que vão rumar desde o concelho de Vila Nova de Famalicão até à Guiné-Bissau para ajudar na batalha de consolidação da Língua Portuguesa naquele país africano. Este é o resultado de uma campanha promovida pela Associação Milho […]

Oitocentos quilos de livros ajudam Português na Guiné-Bissau

São cerca de 800 quilos de livros e material escolar que vão rumar desde o concelho de Vila Nova de Famalicão até à Guiné-Bissau para ajudar na batalha de consolidação da Língua Portuguesa naquele país africano. Este é o resultado de uma campanha promovida pela Associação Milho d’Oiro, de Gavião, e pela Associação Comercial e Industrial de Famalicão.

Diário do Minho

Idália Moniz inaugurou neste sábado na Póvoa de Lanhoso, a sede da Associação dos Deficientes Visuais do distrito de Braga

A secretária de Estado da Reabilitação Idália Moniz inaugurou na Póvoa de Lanhoso a nova sede da Associação de Apoio aos Deficientes Visuais do Distrito de Braga.

Um equipamento que custou para cima de 75 mil euros, e que para o presidente da Associação Domingos Silva, uma mais valia para a melhoria da qualidade de vida dos deficientes visuais em todo o distrito de Braga.

Antena Minho

Artigos Relacionados