PUB
Lear despede 800 trabalhadores
Sexta-feira, Julho 1, 2005

A Lear Corporation vai encerrar, em Novembro deste ano, a unidade fabril de Póvoa de Lanhoso, deixando 800 pessoas no desemprego, adianta o Jornal de Negócios esta quarta-feira referindo que os trabalhadores da fábrica já foram informados do encerramento pela administração da empresa.

A unidade que produz cablagens para o sector automóvel fecha em Novembo transferindo a produção para a Roménia. Esta deslocalização, refere o artigo, não afectará outros 1.200 trabalhadores em duas fábricas que a multinacional americana tem em Valongo e Palmela, esta última fabricante de estofos e a operar desde 1988.
«A reestruturação das operações da Lear Corporation no sector da produção de cablagens em Portugal é imposta pela necessidade da empresa em responder eficazmente à evolução recessiva do mercado, caracterizado pela existência de um excesso de capacidade produtiva face à procura», explica a empresa num comunicado divulgado à imprensa.

Na última segunda-feira, a empresa americana anunciou um plano de restruturação envolvendo cinco fábricas nos EUA e na Europa, mas sem detalhar quais as unidades afectadas com a transferência de operações para países que garantem custos operacionais mais baixos.

Artigos Relacionados