PUB
Latvala vence Vodafone Rally de Portugal perante dois milhões de fãs
Segunda-feira, Maio 25, 2015

O piloto da Volkswagen, Jari-Matti Latvala foi o vencedor da edição de 2015 do Vodafone Rally de Portugal. A prova organizada pelo Automóvel Club de Portugal terminou em grande com milhares de pessoas no mítico troço de Fafe.

As estimativas das autoridades apontam para dois milhões de espectadores ao longo das especiais do Vodafone Rally de Portugal.

Com uma série de três provas sem pontuar, Jari-Matti Latvala beneficiou da sua posição na estrada nos dois primeiros dias para andar depressa e assumir a liderança com uma vantagem que lhe permitiu controlar a concorrência na última etapa.

O líder do campeonato, Sébastien Ogier, empreendeu uma importante recuperação que o fez subir do sexto lugar, que ocupava no final do primeiro dia, até à segunda posição.

No final, Jari-Matti Latvala festejava de forma exuberante e, quando falou, não deixou de suspirar de alívio. “Com o que aconteceu nos últimos três ralis, ninguém pensava que eu conseguia voltar aos bons resultados. Foi uma das experiências mais difíceis. Três provas sem pontuar e agora uma vitória. É incrível”, afirmou.

Nasser Al-Attiyah triunfa no WRC2
No campeonato WRC2, Nasser Al-Attiyah foi o mais forte e obteve o segundo triunfo da temporada.

Quentin Gilbert, em Citroën DS3 R3T, bateu toda a concorrência no Junior WRC. Depois de ter ganho em Monte Carlo, agora deixou o segundo classificado, Pierre Loubet, a 3m40,6s de distância. Henri Haapamaki completou o pódio, mas perdeu mais de seis minutos para o vencedor.

No Drive DMACK Fiesta Trophy, Max Vatanen, filho de Ari Vatanen, capitalizou a experiência ganha com a participação na primeira prova do campeonato português, onde teve contacto com especiais semelhantes a algumas classificativas do Vodafone Rally de Portugal.

Miguel Campos é o melhor português
No confronto entre os pilotos nacionais, Miguel Campos, que se preparou especialmente para competir no Vodafone Rally de Portugal, foi quem levou a melhor. O piloto do Ford Fiesta foi o primeiro líder da prova e, depois de perder esse estatuto durante a manhã de sexta-feira para Bernardo Sousa, acabou por recuperá-lo e manteve a posição até ao pódio final.
Campos terminou com uma vantagem de 7m46,3s sobre Miguel Jorge Barbosa, também em Ford Fiesta R5. Elias Barros completou o pódio luso, numa prova em que algumas das principais equipas portuguesas não chegaram ao fim.

Foto: José Augusto Aguiar