PUB
Junta de Freguesia de Caldelas promove acção de sensibilização
Quarta-feira, Março 1, 2006

Tendo como partida o dia mundial da árvore (21 de Março), a Junta antecipa essa data. Os jovens das várias escolas e a população em geral serão convidados a proceder a uma limpeza das margens do rio Ave.

A Junta de Freguesia levará a cabo, no dia 18 de Março, uma acção de sensibilização ambiental. Tendo como partida o dia mundial da árvore (21 de Março), a Junta antecipa essa data e, assim, no sábado anterior, os jovens das várias escolas e a população em geral serão convidados a proceder a uma limpeza das margens do rio Ave.

Esta é uma das principais deliberações tomadas na última reunião da Junta de Freguesia no passado dia 27 de Fevereiro.

Para esta acção, este órgão autárquico vai proceder à aquisição de 500 kits ambientais, compostos por um livro, uma caixa de lápis de cor e uma semente para ser plantada nesse dia.

Nesta reunião, Constantino veiga referiu que tinha sido efectuado o último acordo de pagamento com o último feirante que apresentava pagamentos em falta pela utilização do espaço da feira semanal. Assim, de acordo com o Presidente da Junta, até Agosto deste ano, todos os feirantes estarão com os pagamentos actualizados. Referiu que se tratou de um processo complicado mas que acabou por ser resolvido, pelo bom trabalho desenvolvido pela Junta. Neste âmbito, confirmou a cessação do contrato com a empresa de segurança que estava em vigor e que em sua substituição tinha a GNR a proceder à vigilância desse espaço. Esta alteração resultou num benefício económico para a Junta e ainda numa maior eficiência na vigilância desse espaço.
Foi dado conhecimento que existe uma grande lista de espera de feirantes que pretendem um lugar na feira semanal. Será elaborado um regulamento para ordenar esses pedidos.

Foi aprovado um subsídio ao C. C. Taipas num valor a rondar os 2700 euros, montante equivalente a uma dívida que se vinha arrastando e que estava para entrar em execução fiscal.

Uma outra decisão tomada prendeu-se com o falecimento de pessoas recenseadas na freguesia de Caldelas. A Junta deliberou que se faria representar em todos os funerais e colocaria uma coroa de flores como forma de mostrar solidariedade para com a família em causa.

A Junta foi contactada por uma empresa da especialidade no sentido de ser elaborado um guia turístico da vila. Como não acarretaria encargos para o executivo, esta aceitou, lamentando o facto de algumas entidades não se terem mostrado interessadas neste guia.
Durante esta reunião, será de referir ainda que Constantino Veiga falou por três vezes em “forças de bloqueio”. Acrescentou que não serão essas forças que o demoverão de trabalhar pelas Taipas.

Artigos Relacionados