PUB
Junta de Caldelas emite comunicado sobre “negócio da Pensão Vilas”
Quarta-feira, Setembro 30, 2009

O assunto “Pensão Vilas” volta a ser motivo de discussão. Desta vez é a Junta de freguesia a tomar posição pública sobre o tema através da distribuição de um Comunicado Oficial.

Começou a circular pelas caixas de correio dos taipenses, no passado dia 28 de Setembro, um comunicado emitido pela Junta de Freguesia de Caldelas cujo objectivo, segundo Constantino Veiga, presidente do executivo taipense, passa por “esclarecer publicamente as verdadeiras circunstâncias e contornos que envolveram a aquisição do edifício da antiga “Pensão Vilas” para a construção da Residencial Sénior (Lar de Idosos/Centro de Dia) e da tentativa de negociação paralela do referido edifício”.

O extenso comunicado começa por fazer uma contextualização temporal e factual dos contornos do referido “negócio” passando depois àquilo que a Junta de Freguesia chama de “esclarecimentos aos taipenses”.

Esclarecimentos esses distribuídos por 14 pontos e que logo no seu primeiro refere que “A Junta de Freguesia não inviabilizou negócio algum, (…) o verdadeiro e único negócio realizado com os proprietários do edifício já se encontrava por ela assegurado, e o preço fixado em € 350.000,00, desde Março de 2008”.

Mais à frente é dada a conhecer a intenção de protocolar com uma nova IPSS, a Associação para o Desenvolvimento Integrado das Taipas (ADIT), a construção e gestão, em cooperação com a Junta de Freguesia e com o recurso a apoios estatais legalmente previstos, do referido espaço social.

Ao longo de todo o comunicado são várias vezes feitas referências ao comportamento e actuação quer, do grupo “Por Amor às Taipas” – suporte da candidatura de Ricardo Costa à Junta de Caldelas, quer à Direcção do Centro Social Padre Manuel Joaquim de Sousa, em todo este processo.

Veja o Comunicado completo.

Texto: Manuel António Silva

Artigos Relacionados