João Soares no início das comemorações dos 150 do nascimento de Raul Brandão
Quinta-feira, Março 10, 2016

O programa será apresentado este sábado, 12, na Biblioteca Raul Brandão e decorrerá até Março de 2017. Para já, o destaque vai para o “Húmus – Festival Literário de Guimarães”.

O Ministro da Cultura, João Soares, estará presente na cerimónia de abertura do programa que assinalará os 150 anos do nascimento de Raul Brandão (1867-1930), escritor português, que viveu em Guimarães e que escreveu obras que marcaram o modernismo literário português.

Ao longo da sua obra, Raul Brandão descreveu de uma forma singular Portugal, os portugueses e a sua forma de ser – um Portugal rude e pobre, um retrato realista, que foi compondo ao longo dos seus livros. Brandão escreveu sobre o Portugal profundo, muito dispare dos enredos envolvendo a aristocracia, feito pelos seus antecessores do romantismo.

O início do programa comemorativo dos 150 anos do nascimento de Raul Brandão terão início no próximo sábado, 12 de Março, terminando em 2017, ano em que se cumprem 150 anos do nascimento do autor de Os Pobres.

O programa detalhado das celebrações será apresentado na Biblioteca Raul Brandão que, em 2017, cumpre 25 anos. A sessão contará com a presença de João Soares, Ministro da Cultura. O programa tem sido comissariado pelo ex-Secretário de Estado da Cultura, Francisco José Viegas, ele próprio escritor e editor, tendo dirigido a editora Quetzal.

Entre as várias actividades que serão publicamente apresentadas destaca-se o “Festival Literário de Guimarães Húmus”, designação que recupera um dos títulos da autoria de Raul Brandão.

Além da Biblioteca Raul Brandão e da Câmara Municipal de Guimarães, o programa está a ser trabalhado em conjunto com outras instituições, nomeadamente o Círculo de Arte e Recreio (C.A.R.), a Sociedade Martins Sarmento, A Oficina e a Junta de Freguesia de Nespereira – localidade onde habitou o escritor durante grande parte da sua vida.