PUB
Inaugurados novo balneário termal e clínica de saúde da Taipas Termal
Sexta-feira, Setembro 4, 2015

Na cerimónia de inauguração do edifício termal e do novo centro de medicina física esteve presente o Ministro da Economia, António Pires de Lima, que enalteceu a forma apaixonada como as pessoas de Guimarães se entregam às suas causas.

O balneário termal das Caldas das Taipas foi inaugurado ao final da tarde de sexta-feira, 4 de Setembro. Além do balneário termal, o designado edifício dos Banhos Novos, foi construída uma nova estrutura, que alberga as novas valências da Taipas Termal. Além do termalismo clássico e do SPA termal a Taipas Termal passará a dispor de equipamentos para a medicina física e reabilitação, com capacidade para receber atletas de alta competição, na nova Clínica de Saúde.

A requalificação dos Banhos Novos e do Centro de Medicina Física é materialização de um investimento de 4 milhões de euros, que a actual Direcção da régie-cooperativa Taipas-Turitermas, presidida por Ricardo Costa, apontou como fundamental desde que, em 2009, tomou posse. As limitações do edifício centenário eram muitas vezes referidas como aspecto limitador para a projecção da Taipas Termal.

Ao final da tarde de sexta-feira, 4 de Setembro, a plateia que preenchia o largo frontal do edifício termal, também ele objecto de renovação, aguardava a chegada do Ministro da Economia, António Pires de Lima, presentes que estavam o presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Domingos Bragança e vereadores do actual executivo municipal, além de representantes de várias instituições e colectividades, tanto da freguesia de Caldelas, como do concelho de Guimarães e de freguesias vizinhas.

A intervenção do Ministro da Economia seguiu-se à do presidente da Direcção da Taipas Turitermas e do presidente da Câmara Municipal de Guimarães. António Pires de Lima começou por pedir desculpa pelo seu ligeiro atraso, que fez com que a cerimónia protocolar se iniciasse um pouco depois da hora prevista – “mais vale tarde do que nunca, mas fiz questão de estar aqui hoje”. O Ministro da Economia de Portugal reparou no “ar especial, de uma vila lindíssima”. “É muito bonito ver a população de uma vila unida por um projecto tão emblemático, independentemente das suas profissões e das suas convicções” – começou ainda por dizer.

A saúde e bem-estar são aspectos cada vez mais valorizados no sector do turismo que fazem de Portugal um destino turístico de referência, defendeu o Ministro do executivo de Pedro Passos Coelho – “faz todo o sentido ter esta noção de oportunidade de investir nos nossos espaços termais, principalmente aqueles que têm uma história significativa”. O portador da pasta da Economia portuguesa sublinhou o papel da região Norte na “recuperação económica que estamos a viver”, referindo-se em especial aos sectores da saúde, bem-estar e do turismo, que tiveram o maior crescimento registado em Portugal, desde o início do ano, relativamente ao período homólogo de 2014. “Eu sei bem do que é capaz a região Norte e também o concelho de Guimarães” – concluiu o ministro.

O presidente da Câmara Municipal de Guimarães começou por se dirigir aos membros dos órgãos sociais da Taipas Termal – “em meu nome, em nome do município de Guimarães e de todos os vimaranenses, muito obrigado pela vossa obra”. Para Domingos Bragança o termalismo é a “primeira marca identitária das Caldas das Taipas”. Para o edil vimaranense, “não poderia haver melhor prenda para Caldas das Taipas, no seu septuagésimo quinto aniversário de elevação a vila”, referindo-se à requalificação dos equipamentos da Taipas Termal.

Domingos Bragança expressou o seu agrado em constatar que a Taipas Termal tem aproveitado o conhecimento que se vem desenvolvendo no Avepark, parque de ciência e tecnologia, e na Universidade do Minho. Para o autarca, o termalismo é um activo estratégico e a Taipas Termal “um exemplo de referência para a economia, com a transferência de conhecimento e aplicação no termalismo, na saúde e bem-estar”. Dirigindo-se ao ministro Pires de Lima, apontou este como sendo um bom exemplo para Portugal e aproveitou para elevar o papel de Guimarães e das Caldas das Taipas, fazendo referência às cutelarias – “outra força das Caldas das Taipas, onde se produzem as melhores cutelarias do mundo” e à indústria têxtil e de calçado de excelência, que se desenvolve em Guimarães.

“Conseguimos!” – foi a primeira expressão proferida de forma emotiva pelo presidente da Taipas Turitermas. Essa expressão, de resto, resume não só a sua intervenção, como o último ano de actividade da régie-cooperativa. Para Ricardo Costa a abertura do novo balneário e da clínica médica de saúde representa o início de “uma fase de desígnio maior para as termas das Caldas das Taipas”. Ricardo Costa fez o enquadramento da descoberta e utilização das águas termais pelos romanos – “Trajano Augusto colocou a saúde e o bem estar no topo das suas prioridades”, referiu o também vereador municipal, numa descrição histórica, que culminou com o momento presente, em que se inauguram os novos equipamentos.

Na mesma altura em que o novo equipamento é inaugurado, foi apresentada a nova imagem institucional da Taipas Termal. O designer Eduardo Aires, responsável pela imagem da cidade do Porto fez a apresentação do trabalho que esteve na base do duplo T – um de traço fino, cor de cobre, e um outro preenchido, que envolve o primeiro. Esta será a imagem que passará a representar a marca Taipas Termal, criada em 2009 para servir de suporte aos produtos da empresa.

Após a sessão de abertura da cerimónia de inauguração, foi feita uma visita ao edifício dos Banhos Novos e dos novos equipamentos que fazem parte do centro de medicina e de reabilitação física. Esta, inclui uma valência pronta para receber “atletas de alto rendimento”. Alguns destes atletas, como Fernando Meira, Pedro Mendes (internacionais da Selecção Portuguesa de Futebol) e a atleta Dulce Félix, entre outros, foram embaixadores do arranque deste projecto, que pretende afirmar-se na área da saúde e do termalismo e cujo lema é “A Saúde Começa Aqui”.