PUB
Hoje é o Dia Mundial da Voz. Já bebeu água hoje?
Quinta-feira, Abril 16, 2015

A voz, a fala e o discurso são uma das características primordiais que fazem com que os humanos se distingam dos restantes animais. O Dia Mundial da Voz surgiu com o propósito de alertar para os cuidados a ter com esta importante faculdade humana que nem sempre tem os cuidados que merece.

Desde 2003 que, no dia 15 de Abril, se assinala o Dia Mundial da Voz. Este é, de forma natural, o principal meio de comunicação entre os humanos, apesar de todos os meios entretanto criados para comunicar. Antes de conseguir articular uma mensagem através da voz, o Homem comunicava através de gestos.

O escritor Gonçalo M. Tavares escreve sobre a criação da comunicação verbal entre os homens, na crónica que assina na revista Visão. Segundo a reflexão do autor de “Jerusalém”, a criação do discurso falado foi fundamental para que o Homem começasse a poder utilizar as mãos para trabalhar, já que não o podia fazer quando utilizava as mãos para comunicar.

O Dia Mundial da Voz é utilizado para lançar acções de sensibilização, que vão no sentido de cuidar melhor da voz e das cordas vocais – o órgão localizado na garganta que emite as vibrações que, juntamente com lábios e a língua permitem emitir os sons que utilizamos para nos entendermos.

Infelizmente existem pessoas que, por várias razões, não o conseguem fazer. Em muitos destes casos é possível reverter essa incapacidade física através da terapia da fala, uma especialidade que se tem vindo a afirmar-se na resolução de alguns problemas com a voz.

Por outro lado, existem doenças que poderão limitar a capacidade de falar, que poderão ser diagnosticadas a tempo de evitar males maiores. Entre as doenças com maior incidência está o cancro da laringe que, em Portugal, vitima cerca de 400 pessoas por ano.

De acordo com António Sousa Vieira, Coordenador da Unidade de Otorrinolaringologia do Hospital Lusíadas do Porto, há grupos da população que estão expostos a um risco maior – “o tabaco e o álcool estão entre os principais factores de risco”, refere o especialista.

Os fumadores de longa data deverão estar atentos a alterações da voz, como rouquidão frequente. Nestas circunstâncias um diagnóstico precoce poderá evitar problemas sérios.

Para quem usa profissionalmente a voz terá que a tratar bem. Isso significa pôr de lado o tabaco e o álcool em excesso. Entre o conjunto de cuidados as ter com a voz estão gestos simples como beber água com regularidade e evitar comer antes de deitar, sobretudo leite e derivados.