PUB
Guimarães avança com candidatura ao prémio Capital Verde Europeia 2020
Quarta-feira, Dezembro 24, 2014

Candidatura significa que terá de ser apresentado um projeto em 2017. Este foi um dos pontos de uma extensa reunião do executivo (32 os pontos da agenda de trabalhos) que Domingos Bragança caracterizou como prova evidente do “dinamismo” do concelho de Guimarães e que viria a marcar a discussão política.

Apesar da unanimidade na votação, a oposição teceu diversas críticas à atuação de Domingos Bragança até ao momento. Este, por sua vez, desvalorizou essas críticas e preferiu valorizar o consenso gerado no caminho a seguir na persecução desse desiderato.

O vereador da CDU, Torcato Ribeiro, acabaria por salientar a importância do caminho que Guimarães deverá seguir na questão ambiental: “Nesta questão o importante é o percurso, é criar as condições de um concelho verde, independentemente de sermos coroados de êxito.”

André Coelho Lima (PSD) salientou que as questões que foi colocando não se prendiam quanto à candidatura em si mas, sim, quanto às declarações de Domingos Bragança relativas às datas dessa candidatura: “O presidente da Câmara comprometeu-se politicamente com as datas que foi avançando e a oposição cumpriu o seu papel de fiscalização. A candidatura era em 2016, foi adiada para 2017 e depois já não se iria verificar. Há um reconhecimento do presidente da Câmara de que aquilo que anunciou na sua candidatura não tinha condições para ser cumprido. Houve ligeireza ou leveza do que foi anunciado. Fiquei satisfeito por verificar que o presidente da Câmara, no fundo, não nega aquilo de que foi acusado, ou seja, foram acusações legítimas e sustentadas”.
Para o vereador social-democrata o “assunto está terminado e que o que interessa é o futuro”. Defendeu ainda que, mais importante que a candidatura, é o caminho que Guimarães tem de percorrer para combater a poluição dos rios, as descargas permanentes nos mesmos e a implementação de boas práticas ambientais: “2020 será ainda cedo para termos um concelho ambientalmente sustentável”.

Domingos Bragança considerou as críticas da oposição como um pequeno “detalhe ou pormenor”, valorizando claramente o consenso criado quanto ao caminho a percorrer: “no programa sufragado constava essa candidatura e gostaria de ir mais depressa. Admito que prestei as declarações já referidas e os anos em causa, mas o importante é termos um caminho a percorrer bem definido e apresentar uma candidatura bem sustentada.”

Artigos Relacionados