PUB
Guimarães a pedalar pela mobilidade sustentável
Quarta-feira, Setembro 21, 2011

Guimarães vai acolher um conjunto de actividades de promoção da mobilidade sustentável, nomeadamente o uso quotidiano da bicicleta como meio de transporte, que terá como ponto alto o próximo dia 24 de Setembro.

Tendo como tema a mobilidade sustentável vai realizar-se um conjunto de eventos que terão inicio no dia 22 de Setembro, Dia Europeu Sem Carros, com actividades de animação de rua a iniciar às 18h20, seguida de uma bicicletada com partida às 18h30, do Largo Cónego José Maria Gomes, em frente à Câmara Municipal de Guimarães.

O ponto alto deste ciclo de eventos terá lugar no próximo dia 24 de Setembro, sábado, no recinto da feira semanal de Guimarães, com entrada livre, que pretende promover uso quotidiano da bicicleta e outros meios de locomoção suave em meio urbano. O programa consiste num conjunto de actividades diversas para todas as idades, com inicio às 10h00, tais como cicloficinas, test-drive de modelos de bicicleta, iniciação à condução, prova de triciclos, recolha de bicicletas usadas, feira de trocas, cycling e apresentação dos Ciclistas urbanos. Pelas 16h30 terá lugar uma bicicletada pelas ruas da cidade. À noite, pelas 21h30, irá decorrer uma conferência no Fórum FNAC Guimarães, com Paulo Guerra dos Santos, sobre o projecto “100 dias a pedalar em Portugal”.

Este ciclo conclui-se com o 1.º aniversário da Massa Crítica Guimarães – um passeio no meio da cidade de Guimarães feito em transportes suaves que se realiza sempre na última sexta-feira de cada mês às 18h30, partindo do Largo da Oliveira. As MC também são conhecidas nos países lusófonos como “Bicicletada” porque a maioria dos participantes desloca-se em bicicleta. No entanto o termo “Massa Crítica” é mais apropriado porque encoraja a participação de pessoas que se deslocam de outras formas suaves: patins, skate, trotinete, etc.

A organização destes eventos está a cargo da Associação Vimaranense para a Ecologia, da Cooperativa de Desenvolvimento Económico, Social e Cultural e da Escola de Referência de Actividades de Ar Livre que contam ainda com a colaboração de um elevado número de entidades vimaranenses.