PUB
Guimarães a “bombar”
Quinta-feira, Julho 16, 2015

O Verão está cada vez mais quente e Guimarães está ao rubro com diversos eventos, comemorações e festins. Com a chegada da estação mais quente do ano realizou-se mais uma Feira Afonsina que nos mergulha numa analepse, levando-nos numa viagem pela Idade Média ao som de música de inspiração celta. Com a dedicação e empenho de muitos, de destacar o de todos os voluntários, o centro histórico transformou-se num cenário medieval, recriando-se o ambiente sócio-cultural da época, em que abundam diversões e espectáculos para toda a família. Este ano, no seu 5.º aniversário, o afluxo de visitantes foi, estou em crer, muito superior ao dos anos anteriores e mesmo com o alargamento do perímetro da Feira Afonsina, o espaço dedicado ao evento tornou-se exíguo para acolher tanta gente. Uma festa recente mas um sucesso inquestionável e que já se tornou um dos cartões de visita da cidade.

Enquanto a Feira Afonsina decorria, Guimarães ainda teve fôlego para acolher a Corrida dos Conquistadores, dando continuidade a um evento desportivo que se realiza anualmente desde que a cidade recebeu o título de Cidade Europeia do Desporto. Este ano o número de participantes que percorreram as ruas do concelho ascendeu aos seis mil, que se distribuíram pelas provas da Meia Maratona, da Mini Maratona e da Caminhada. O carácter solidário desta iniciativa, revertendo uma parte do produto das inscrições para a Caminhada a favor da CERCIGUI, foi com certeza uma razão de peso para as pessoas participarem nesta actividade desportiva.

No início deste mês, realizou-se mais uma edição da “Noite Branca”, cuja animação ficou a cargo de vários DJ’s espalhados por quatro praças da cidade. Os convidados, vestidos a rigor, trajaram de branco e cirandaram pelas ruas da cidade até de madrugada. Já no dia 10 de Julho teve início a segunda edição do “O Verão é Jazz”, que se prolongará até ao dia 18 deste mês, enquanto, no passado sábado, a Praça de S. Tiago foi o palco eleito para o “Sunset Praça”.

Na verdade, as actividades acima referidas são apenas uma pequena amostra do universo de iniciativas que aconteceram em Guimarães nas últimas semanas. É caso para dizer: “Guimarães está em todas e não perde uma”. Os eventos sucedem-se em catadupa, acabando mesmo por se sobreporem, como aconteceu, por exemplo, com a Feira Afonsina e a Meia Maratona.

A cidade que foi Capital Europeia da Cultura em 2012 oferece este Verão uma panóplia de eventos para os mais variadíssimos gostos. É certo que são na sua maioria actividades mais de cariz recreativo do que cultural, mas o Verão também é mais propício para esse tipo de iniciativas.

Só espero que esta ânsia festivaleira não comprometa a qualidade das opções culturais e artísticas que nos são oferecidas ao longo do ano, caso contrário esta torrente de festins que invade a cidade no Verão pode ter um efeito perverso afastando o público que elegia Guimarães como um centro cultural e artístico a explorar.

Mas já lá diz o ditado “ a vida são dois dias e o Carnaval são três”.