PUB
Governador visita Rotary Club de Caldas das Taipas
Quarta-feira, Fevereiro 7, 2007

Álvaro Gomes visitou oficialmente o clube taipense aproveitando para clarificar os objectivos do Rotary que tem, em Portugal, 153 clubes locais divididos em dois distritos. Entretanto, já é conhecido o presidente para o próximo ano rotário.

O governador do distrito 1970 do Rotary Club Internacional – Álvaro Gomes, visitou oficialmente ontem o clube de Caldas das Taipas. O distrito 1970 é um dos dois distritos existentes em Portugal e que cobre a metade norte do país e conta com 82 clubes.

O governador rotário, originário de Ovar, aproveitou para explicar que “os rotários são pessoas de bem, são profissionais de referência na comunidade, devem defender altos valores éticos”.

O movimento Rotary, segundo Álvaro Gomes terá como objectivo próximo a alfabetização a nível mundial. O Rotary Internacional delineou uma estratégia de combate à poliomielite, cuja total erradicação não foi ainda conseguida, apesar de grandes progressos. A nível local, o responsável explica que o objectivo genérico dos clubes é servir, com acções concretas, a comunidade em que estão inseridos.

Em visita à redacção do Jornal Reflexo, o governador referiu que o propósito da visita ao Rotary Club de Caldas das Taipas se integra na rotina de visitar todos os clubes do distrito para tomar conhecimento das actividades de cada um.

O Rotary Club está representado em 168 países do mundo, através de cerca de 33 mil clubes. Em Portugal há no total 153 clubes Rotary.

José Manuel Matos deverá ser o próximo presidente do Rotary Club de Caldas das Taipas e que deverá suceder a Manuel Marques da Silva no próximo mês de Julho. Manuel Matos explicou que o clube seguirá as orientações definidas a nível internacional. O clube continuará a trabalhar no sentido da “paz e compreensão mundial”.

O clube continuará a promover acções que distingam bons exemplos, como sendo a homenagem a empresários e premiar aqueles que distinguem nas escolas. José Manuel Matos referiu ainda que fará o possível para alargar o “quadro social” do clube taipense, tornando o clube atractivo a novos membros.

Texto: Paulo Dumas
Foto: Vera Freitas

Artigos Relacionados