Estatuto de Cidade Europeia do Desporto formalizado em Bruxelas
Sexta-feira, Novembro 9, 2012

Amadeu Portilha, presidente da comissão executiva de Guimarães 2013 Cidade Europeia do Desporto, acaba de receber a bandeira oficial do evento que arranca a 19 de Janeiro.

O estatuto de Guimarães 2013 Cidade Europeia do Desporto foi formalizado no Parlamento Europeu, na passada 4ª feira (7 Novembro) em Bruxelas. Amadeu Portilha – presidente da Comissão Executiva e vereador do Desporto da Câmara Municipal de Guimarães – recebeu, das mãos de Gian Francesco Lupattelli, presidente da Associação das Capitais Europeias do Desporto (ACES Europe), a bandeira oficial do evento que arranca na cidade berço a 19 de Janeiro.

No total, são nove as cidades europeias que, em 2013, vão ostentar este título. Guimarães junta-se, assim, às cidades italianas de Cremona, Modena, Alba e Reggio Calábria, às espanholas Lorca, Castelldefels e Estepona, e à britânica Lisburn. As comitivas destes municípios comprometem-se a fazer parte de um modelo europeu que visa melhorar o bem-estar dos cidadãos e as infra-estruturas das cidades, mantendo-se como exemplos positivos e éticos desta política social.

Poucos dias após o Governo português ter reconhecido o interesse público do evento, a cidade de Guimarães está já concentrada nos preparativos de uma iniciativa que visa exaltar o desporto a diferentes níveis. Fomentar o desporto para todos, estimular a produção de conhecimento, a qualificação e formação profissional, promover uma cultura de saúde e de exercício físico, ao mesmo tempo que acontece uma integração harmoniosa da sociedade, são os principais objetivos da autarquia. As grandes linhas do programa serão apresentadas, em conferência de imprensa, ainda no mês de Novembro.

O forte envolvimento da comunidade, a realização de actividades e eventos desportivos, bem como a disponibilização de espaços e equipamentos para acolhimento de provas internacionais, assumem-se como o trampolim para a criação de um património memorável naquela que é a primeira cidade portuguesa a alcançar este estatuto. A par disso, será igualmente uma nova forma de promover o destino, fortalecendo a sua projeção nacional e internacional. Reforça-se, assim, a oportunidade de afirmação de Guimarães como cidade europeia que vale a pena conhecer pela vertente histórico-cultural e agora também desportiva.

Artigos Relacionados