PUB
Estão afixados os resultados dos exames do ensino secundário
Quarta-feira, Julho 12, 2006

Depois dos resultados do ensino básico agora é a vez do secundário

O momento de maior ansiedade para os alunos e também para os pais está a chegar. Com a afixação dos resultados o destino de muitos jovens fica praticamente traçado. Para uns a entrada na universidade fica mais aberta e para outros é um sonho que terá de ficar adiado.
Esta 1ª fase ficou marcada por críticas a algumas das provas realizadas. Foi conhecida a posição da Sociedade Portuguesa de Química e da Associação de Professores de Matemática que denunciaram “incorrecções nos enunciados e alguma confusão na formulação das perguntas”, bem como a falta de tempo necessária para a resolução do tipo de prova apresentado.

Agora é a vez da Confederação Nacional de Associações de Pais (Confap). Esta associação lamenta o facto de este ano os alunos não terem tido acesso às provas-modelo, tal como acontecia em anos anteriores. Denuncia ainda o facto de os alunos sujeitos a exames terem passado por um “processo experimental de uma reforma curricular mal preparada e, em muitos aspectos, mal aplicada” e ainda sujeitos a programas novos “que não tiveram nenhum tipo de experimentação ou validação”.

Com estes condicionalismos é de esperar que os resultados, que agora vão ser conhecidos, fiquem aquém do desejado e esperado.
Por outro lado, será de relembrar que os exames de Língua Portuguesa e de Matemática terão um peso significativo na avaliação final destes alunos e que, certamente, levarão à retenção de muitos jovens.

Artigos Relacionados