PUB
Empresas Pizarro apresentam tecnologia 100% ecológica no mundo têxtil
Segunda-feira, Abril 8, 2013

Secretário de Estado adjunto da Economia e Desenvolvimento Regional, Almeida Henriques, esteve em Brito, na apresentação de método inovador na indústria têxtil.

Com a presença do Secretário de Estado adjunto da Economia e Desenvolvimento Regional, Almeida Henriques, as empresas Pizarro, localizadas em Brito, apresentaram o processo Icelite, desenvolvido numa parceria com a empresa italiana Mactec. Este processo consiste num jacto de gelo produzido por dióxido de carbono para provocar o efeito “vintage” nas calças de ganga.

Com a presença do Secretário de Estado adjunto da Economia e Desenvolvimento Regional, Almeida Henriques, as empresas Pizarro, localizadas em Brito, apresentaram o processo Icelite, desenvolvido numa parceria com a empresa italiana Mactec. Este processo consiste num jacto de gelo produzido por dióxido de carbono para provocar o efeito “vintage” nas calças de ganga.

Até então esse efeito de desgaste era obtido através de chamado “jacto de areia” ou de produtos químicos. Com o processo Icelite, combinado com as máquinas laser e o processo de ozono, as empresas Pizarro passam a ser a primeira empresa mundial a utilizar uma energia limpa, permitindo apresentar peças 100% ecológicas. Este processo permite poupanças de água na ordem dos 80%, reduzindo-se ainda cerca de 600 mil toneladas de produtos químicos, equivalentes a uma poupança a rondar um milhão e meio de euros anuais.

Coube a Vasco Pizarro apresentar todo o processo desenvolvido com a empresa Mactec, referindo que foram, até ao momento, investidos 200 mil euros, podendo esse valor atingir o milhão de euros.

Ricardo Pizarro destacou a capacidade da empresa de inovar ao longo dos 30 anos que vai comemorar este ano. Recordou alguns marcos da empresa criada por seu pai, Manuel Pizarro, e lamentou a falta de apoios por parte do estado nalguns momentos importantes, como foi o caso do projecto agora apresentado mas, tal como referiu, “a empresa nunca desistiu nem fica à espera que aconteça”.

Almeida Henriques, Secretário de Estado da Economia, destacou o papel da empresa na região em que se insere, com mais de 600 trabalhadores, e das suas ligações com o mundo empresarial e da investigação universitária.

Destacou o facto de o momento de crise que se vive também se tornar num momento que obriga ao reposicionamento das empresas nos mercados, “sim à europa mas não esquecer os mercados africanos, asiáticos e americanos”, salientando o aumento do valor das exportações e o facto de Portugal ter passado a contar com mais 10 mil empresas que se viraram para a exportação. Respondendo à questão de falta de apoios do estado, Almeida Henriques foi referindo que o governo redirecionou as verbas comunitárias para projectos de revitalização das empresas. Felicitou o grupo Pizarro pela sua capacidade empreendedora, de inovação e do seu posicionamento ao nível da empregabilidade na região em que está inserida.

O grupo Pizarro é hoje composto por quatro empresas: Lavandaria, Tinturaria, Acabamentos e Estamparia, todas ligadas ao sector têxtil e caracterizadas por um forte dinamismo, inovação e modernidade.

A Lavandaria começou a operar em 1983 e dedica-se a lavagem e tratamento de roupas feitas em malhas e tecido, especialmente denim.

A Tinturaria, com uma posição consolidada no mercado externo, iniciou as suas operações em 1988 e dedica-se desde então ao desenvolvimento de serviços do branqueamento e tingimento de artigos de vestuário, não só em artigos de malha mas também de algodão.

Há cerca de 5 anos, a fim de ampliar a oferta de produtos e tendo em conta as necessidades dos mercados começou a tingir misturas de poliamida / viscose e lã / poliamida tornando assim mais flexível o serviço e garantindo um retorno maior. Com este novo desafio a Pizarro tornou-se líder mundial de mercado em todos os segmentos de tingimento.

Os Acabamentos e a Logística são um dos ramos mais novos dessas empresas, que começou a operar em 1998. Esta empresa dedica-se a prensagem, embalagem, rotulagem e entrega de peças de vestuário.

Para responder aos objectivos estratégicos mais recentes, Pizarro SA investiu na criação do departamento de design e desenvolvimento de produtos. Este departamento é responsável por garantir a coordenação da investigação e desenvolvimento na empresa, garantindo adequada interligação entre os diferentes departamentos ou sectores envolvidos nas diferentes fases inerentes ao processo de inovação, pesquisa e desenvolvimento.

Artigos Relacionados