PUB
Em destaque um possível comprador da Fábrica Pastor e a variante de Vizela
Quarta-feira, Setembro 27, 2006

Pastor diz que tem comprador A fábrica de Malhas Pastor, de Guimarães, que está parada desde o passado dia 11 de Setembro, pode retomar a laboração. A possibilidade foi avançada, ontem, pela administração da empresa de Fermentões, durante uma reunião com uma comissão de trabalhadores e representantes do Sindicato Têxtil do Minho e Trás-os-Montes. Jornal […]

Pastor diz que tem comprador

A fábrica de Malhas Pastor, de Guimarães, que está parada desde o passado dia 11 de Setembro, pode retomar a laboração. A possibilidade foi avançada, ontem, pela administração da empresa de Fermentões, durante uma reunião com uma comissão de trabalhadores e representantes do Sindicato Têxtil do Minho e Trás-os-Montes.

Jornal de Notícias

Câmara adjudicou 3.ª fase da Circular Urbana de Vizela

O consórcio M. Couto Alves, S.A. e Empreiteiros Casais, S.A., vai construir a 3.ª fase da variante circular de Vizela, pelo preço de 1.021.336,85 euros +IVA, sendo o prazo de execução de seis meses. Uma via de extrema importância para o desenvolvimento viário concelhio, que tem como objectivo fundamental o descongestionamento do trânsito no centro da cidade.

Correio do Minho

Artigos Relacionados