PUB
Elisabete Lopes conquistou a meia-maratona internacional de Macau
Domingo, Dezembro 2, 2012

A atleta do Núcleo de Atletismo das Taipas, Elisabete Lopes, concluiu a prova com o tempo de 01h27′.55”, batendo a queniana Alice Njoroge, 2ª classificada com 01h28′.16”, e a cabo-verdiana Crisolita Silva, que cortou a meta com 01h34′.33”.

No final da prova, Elisabete Lopes, em declarações à Lusa, manifestou-se “plenamente satisfeita” pela vitória, salientou o apoio da organização e o prazer que tem em correr em Macau: “Estive cá uma vez em 2009 e fiquei em quinto na maratona e sempre disse que queria voltar. Vencer agora em Macau, uma terra que tem muito de Portugal, deixa-me extremamente feliz”.

A 31.ª edição da Maratona Internacional de Macau contou com cerca de 6 mil participantes de 57 países e territórios. Para além do resultado alcançado por Elisabete Lopes, destaca-se ainda a participação de outro atleta do NAT, Ângelo Pacheco, que conquistou o 7º lugar, também na meia-maratona, com 01h22′.14”, prova ganha pelo queniano Silas Gichovi com 01h14′.08”.

A prova da maratona foi dominada por africanos, com o etíope Haile Gemeda a vencer em 02h23′.56”, em segundo lugar ficou o queniano Duncan Koech (02h24′.00”) e em 3º lugar ficou outro etíope – Gezahegn Abebe, com 02h24′.11”. Luís Silva foi o melhor português e melhor europeu a cortar a meta, terminando em 15º lugar, com 02h37′.45”, um lugar à frente de Alberto Chaíça, 16º com 02h39′.00”.

Na prova feminina, Ehitu Kiros Reda precisou de 02:50.10 horas para concluir o percurso seguida da sua compatriota Tsega Gelaw Reta que precisou de mais 54 segundos que a vencedora e da queniana Irene Kemunto com o tempo de 02:51.21 horas.

Será de referir que esta participação dos atletas portugueses foi da responsabilidade da ACOLOP (Associação de Comités Olímpicos de Língua Oficial Portuguesa) onde constaram também atletas do Brasil, Timor-Leste, Moçambique, São Tomé e Príncipe, e Cabo Verde.

Artigos Relacionados