PUB
Efemérides taipenses
Terça-feira, Julho 5, 2005

Trabalho de efemérides locais, abrangendo diversas áreas, desde a económica, política, comunicação, urbanismo, religiosa, saúde, ensino, desporto.

Trabalho de pesquisa de Carlos Marques

01/07/1914: É requerido ao Ministro da Justiça o preenchimento do Lugar de Notário Público do Julgado de Caldelas que se achara vago.
02/07/1922: O Jornal das Taipas publica a notícia de que os pobres não pagam os tratamentos termais.
03/07/1848: Sai pela primeira vez omnibus, que era do alquilador Gaita, de Guimarães para as Caldas de Santo António das Taypas. E, daí por diante passou a saír todos os domingos, terças e quintas-feiras. O omnibus era um carroção que levava 10 pessoas, e cada uma pagava 160 réis para ida e 160 réis para a vinda.
04/07/1846: É nomeado banheiro das Caldas das Taipas, João António da Silva Braga
05/07/1934: O município paga as viagens dos pobres para os banhos das Taipas.
06/07/1948: Exonerado o Dr. Fernando Pereira Carvalho Ribeiro e nomeado o Dr. Miguel Augusto Mendes Alves, no Partido Médico das Taipas.

07/07/1942: Deliberada a área de jurisdição dos Bombeiros das Taipas, como sendo todas as freguesias situadas na margem direita do rio Ave, e as da margem esquerda até à de S. João de Ponte inclusivé. E que, José Luís de Pina seria o Comandante das 3 corporações, Guimarães, Vizela e Taipas.
08/07/1938: A Conferência de S. Vicente de Paulo das Taipas recebe 100 de subsídio para organização dum Torneio de Tiro aos Pombos a realizar nas Taipas.

09/07/1940: O deputado da nação, o taipense João Antunes Guimarães agradece o voto de louvor que recebera do município, sob proposta do vereador das Taipas Joaquim Ferreira Monteiro, pelo empenho que teve na promoção a vila desta povoação..
10/07/1889: Resolve-se criar no último domingo de Junho coincidente com o S. Pedro, uma feira franca e um concurso de bois gordos e de cavalos nacionais. Com 2 prémios de 500 réis e 2 de 250 réis.

11/07/1785: Inaugurado o 2º edifício dos banhos thermais das Taipas.
12/07/1938: José Braga é nomeado pelo Clube Caçadores das Taipas delegado à Comissão Venatória Regional do Norte.
13/07/1904: Apresentado o projecto do novo Edifício Thermal, para aproveitamento de todas as nascentes de água sulfurosa. No âmbito dum plano de melhoramentos que precisava a Estância Thermal das Taipas, proveniente na Comissão composta por Carvalho Salgado, João Cândido da Silva, Luís de Barros de Faria e Castro, José Joaquim Ferreira Monteiro e Manuel José da Costa e Silva.
14/07/1944: Adjudicada a obra de pavimentação da Avenida das Termas pelo valor de 30.384 ao empreiteiro bracarense Domingos da Silva Quintas.
15/07/1847: Encontrando-se a banhos em Caldas das Taipas, o Barão de Villa Pouca e mais sua baronesa, dão um banquete nesta povoação ao marechal do exército, Nicolau d’Arrochella, a todo o seu numerosíssimo estado maior, e demais comitiva.
16/07/1912: Alteração toponímica, a Rua de Santo António passa a designar-se de Rua 31 de Janeiro.
17/07/1929: Depois de Vizela obter o título de vila, a Câmara de Guimarães reconhece que as Taipas bem o podia ser também.
18/07/1839: Nesta noite é morto nas Taipas por um taipense, o façanhudo de Guimarães, a quem todos lá tinham medo, o ex-frei Domingos Pedreira.
19/07/1875: Grande tumulto no mercado das Taipas, pela elevação do preço do milho.
20/07/1887: O Ministro das Obras Públicas prometeu a criação das Escolas Práticas de cutelaria, serralharia e tecelagem de linho e algodão.
21/07/1839: Encontra-se a banhos em Santo António das Taipas, o Conde das Antas, que era governador das Armas do Porto. Veio cumprimentá-lo à estância o Coronel do Regimento nº 18, com uma banda de música.
22/07/1895: Os mestres e officiais cutelleiros acossados pela concorrência estrangeira, que tanto prejudicam a sua indústria, apresentaram ao governo, pedindo a protecção pautal. A Câmara reconhecendo a gravíssima crise que esta importante indústria estava atravessando, patrocinou a petição, representando ao governo sobre o mesmo fim.

23/07/1938: Alfredo Fernandes presidente da direcção do Clube Caçadores das Taipas é renomeado Presidente da Mesa da Associação de Futebol de Braga.
24/07/1927: A Comissão Administrativa da Junta de Freguesia, nomeia delegado à Comissão de Iniciativa da Estância Termal das Taipas, o seu vogal João da Purificação Castro.

25/07/2000: Despacho do Secretário de Estado do Ordenamento do Território, Pedro Silva Pereira, seleccionando a candidatura para a Construção do Pavilhão Gimno-desportivo do CAR Taipense, com nave para hóquei e nave para voleibol com espaço cénico de cultura, com a comparticipação financeira de 100.000 contos. Que mais tarde deu lugar a protocolo, e, que as direcções seguintes do clube não souberam e não quiseram aproveitar
26/07/1930: Nas Taipas, o médico militar miliciano José Joaquim Machado Guimarães assassina Sabino Crespo.
27/07/1910: Cedidos 210 m2 de terreno municipal para alinhamento na construção da Igreja Matriz.
28/07/1926: Nomeado representante da Câmara na Comissão de Turismo da Estância das Caldas das Taipas, o vereador das Taipas, Domingos Ribeiro Dias da Silva

29/07/1844: Vem às Taipas, o Administrador Geral de Braga , João Elias, examinar as obras das termas, tendo-se descoberto uns banhos do tempo dos Romanos.
30/07/1932: A Junta de Freguesia por unanimidade decide fundar uma Cantina Escolar, com a finalidade de fornecer uma refeição diária aos alunos pobres.
31/07/1932: Em assembleia geral realizada no Cine-Salão das Taipas, é aprovada pelos sócios a 1ª revisão e modificação dos estatutos do Clube Caçadores das Taipas.

Artigos Relacionados

Efemérides taipenses
Domingo, Junho 12, 2005

Trabalho de efemérides locais, abrangendo diversas áreas, desde a económica, política, comunicação, urbanismo, religiosa, saúde, ensino, desporto.

Trabalho de pesquisa de Carlos Marques

01/06/1950: Aprovado o Regulamento da Piscina do Parque de Turismo, e que a sua inauguração será a 29 deste mês integrado nas festa da vila e de S. Pedro com a presença do governador civil do distrito.
02/06/1909: Exibições do cinematógrafo ambulante nas Taipas durante todo o mês. 03/06/1851: Apresentação da Igreja de S. Thomé de Caldellas, o Padre José Bento de Almeida Antas.
04/06/1877: O Governador Civil do Distrito visita as Taipas.
05/06/1923: Ratificadas as Comissões de Iniciativa então criadas, onde se incluía já a de Caldas das Taipas, instituindo-lhes o quadro legal para Estâncias de Turismo, depois Junta de Turismo.
06/06/1695: Reconstrução da Capela de Santo António, era vigário das Taipas o Padre Custódio da Cunha Faria.
07/06/1862: Na revolta da Maria Bernarda, movimento espontâneo nascido do descontentamento dos homens em relação ao agravamento da carga fiscal, estaciona-se nas Taipas, zona fulcral da rebelião, uma força do Regimento de Infantaria 5.
08/06/1930: Eleitos para presidentes da Associação Humanitária dos Bombeiros das Taipas, Assembleia Geral, Padre Francisco Fernandes Salazar; Direcção, Dr. José Joaquim Machado Guimarães Júnior; Conselho Fiscal, João da Purificação Castro.
09/06/1877:
Visitam as Taipas a caminho da Citânia, os arqueólogos e estudiosos participantes no 1º Congresso Internacional de Archeologia Portuguesa.
10/06/1934: Relato no Notícias de Guimarães da nova gerência do Hotel das Termas das Taipas por parte de Joaquim da Silva.
11/06/1846: O Padre José das Taipas, o Salgado Mata Diabos, entram na villa de Guimarães com centenas de homens armados, dirigiram-se ao arco da porta nova, entrando no Toural, foram pela rua de S. Domingos e pelas Dominicas, levando música, dando fogo, vivas e repicando sinos.
12/06/1907: José Antunes Machado arrendatário do Estabelecimento Termal das Taipas, apresenta plantas e pede expropriação de terrenos por utilidade pública urgente de terrenos, para abertura de duas ruas, uma de ligação dos Banhos Velhos aos Banhos Novos e outra que ligue os Banhos Novos ao Largo de Trajano.
13/06/1833: Aprovado Regulamento do Estabelecimento Termal das Taipas revogando o de 27/1/1869.
14/06/1936: A propósito das Festas de S. Pedro, o Notícias de Guimarães elabora um jornal especial sobre as Taipas, com artigos muito desenvolvidos sobre a terra.
15/06/1933: A junta de freguesia requer a isenção do imposto camarário devido pela entrada de gado bovino e cavalar na feira anual, integrado nas Festas de S. Pedro e Feira Franca. Com prémios para os melhores animais.
16/06/1876: Foi criada a vara de juízo ordinário de S. Thomé de Caldellas, sendo colocado, o bacharel Manuel Isidoro da Costa Vaz Vieira.
17/06/1903: Maria Augusta Pereira Machado e marido, Condes de Bettencourt alienam amigavelmente à Câmara, terrenos necessários à construção duma rua entre a Alameda e a Estrada Real nº 27, setenta e sete m2 de terreno de quintal do seu prédio na freguesia de Caldelas, pela quantia de 45$000 reis.
18/06/1837: Dia de eleições para a escolha de juiz ordinário, que não se realiza dado o medo dos Constitucionalistas aos Setembristas. Nas Taipas o vigário de S. Payo de Guimarães é espancado.
19/06/1990: Comemorações do cinquentenário da elevação a vila, com inauguração da lápide Rosas Guimarães, piscina grande, mostra de artesanato, exposição histórica, espectáculos de música e homenagem aos autarcas locais, organizadas pela junta composto por Remísio Castro, Celeste e Carlos Marques.
20/06/1937: Eleitos presidentes para a Associação Humanitária dos Bombeiros das Taipas. Da Mesa da Assembleia Geral, José Ribeiro de Castro. Da Direcção, Dr. José Joaquim Machado Guimarães Júnior. Do Conselho Fiscal, Dr.Francisco Pereira de Carvalho Ribeiro.
21/06/1929: Deliberadas as taxa de licença dos cães de caça e de luxo para a povoação das Taipas, zona urbana: Registo, 12$50. Revalidação anua, 5$00. Nas zonas rurais: Registo, 2$50. Revalidação anual, 1$00
22/06/1923: A Câmara recorre a um avultado empréstimo junto da banca de cento e oitenta contos destinado ao abastecimento de água nas Caldas das Taipas, amortizável em 30 anos. Pois a falta de água começava a afectar gravemente a higiene da povoação. E, por ser um dos locais mais atraente do concelho.
23/06/1810: Custódio José Rodrigues, exerce gratuitamente a profissão de banheiro nas Caldas das Taipas.
24/06/2001: Medalha de Ouro da Cidade aos Bombeiros Voluntários das Taipas
25/06/1959: O Chefe do Estado, Almirante Américo Tomás é recebido e homenageado nas Taipas com manifestação popular.
26/06/1846: O batalhão do Regimento nº 13 e a cavalaria do Batalhão nº 6 vindos de Braga para Guimarães, fazem-no pela ponte de Campelos para evitar passar nas Taipas, com medo do povo que se mantinha armado nesta localidade.
27/06/1935: São colocadas portas gradeadas e revestidas de rede nos talhos do mercado.
28/06/1970: Comissão de Festas da Vila e de S. Pedro: Padre Manuel Joaquim Sousa, Manuel de Freitas, João Leite Machado, Francisco Silva Faria, Belarmino Martins Silva, Mário de Macêdo, Miguel Marques, Manuel da Silva, Francisco Machado e Bento Ferreira da Silva
29/06/1990: O Presidente da Junta de Freguesia de Caldelas, Remísio Castro no primeiro ano de mandato, diz em entrevista ao Jornal de Notícias do Porto: “A junta vai aderir à LIFUCO-Liga dos Futuros Concelhos”. E, instado a comentar o estudo no qual se defendia a criação do município das Taipas, responde: “Estamos a dar os passos”
30/06/1939: Primeiro Campeonato do Minho de Tiro aos Pombos nas Taipas, organizado pelo Clube Caçadores das Taipas.

 

Artigos Relacionados