PUB
Durante quinze dias, Guimarães vive ao ritmo do jazz
Segunda-feira, Novembro 5, 2012

No ano em que o festival celebra a sua 21ª edição, o Centro Cultural Vila For é o palco privilegiado para a realização do Guimarães Jazz. Herbie Hancock actua esta quinta-feira

“Herbie Hancock Plugged In: A Night of Solo Explorations”; “Bill Frisell / Bill Morrison: The Great Flood”, na sexta-feira; “Dave Douglas & Joe Lovano Quintet: Sound Prints”, no sábado; “Big Band e Ensemble de Cordas da ESMAE dirigidos por Jacam Manricks”, no domingo às 17 horas e “Lucian Ban Enesco Re-Imagined”, pelas 22 horas, são os concertos que marcam a primeira semana do festival.

No espetáculo de abertura do Guimarães Jazz, agendado para esta quinta-feira, às 22h00, o público terá a oportunidade, rara, de presenciar Herbie Hancock num concerto a solo.
Herbie Hancock é um pianista e compositor cuja obra marca, de forma incontornável, a história do jazz.

Pelas 22h00 do dia seguinte (09 de novembro), o festival apresenta o projeto de colaboração entre o guitarrista Bill Frisell e o artista Bill Morrison, no qual o músico tocará, ao vivo, acompanhado pela projeção, a música criada para “The Great Flood”, o filme que Morrison concebeu a partir das imagens de arquivo da grande cheia do Mississippi de 1927. Ao lado de Bill Frisell estarão Ron Miles no trompete, Tony Scherr no contrabaixo e Kenny Wollesen na bateria.

No sábado (10 de novembro), às 22h00, é a vez do Guimarães Jazz receber o projeto “Sound Prints” que reúne, como líderes de um quinteto, dois dos mais extraordinários e influentes músicos de jazz da atualidade: o saxofonista Joe Lovano e o trompetista Dave Douglas. Neste concerto, Joe Lovano e Dave Douglas serão acompanhados por três músicos de exceção (a contrabaixista Linda Oh, o pianista Lawrence Fields e o baterista Joey Baron).

No final do primeiro fim-de-semana do Guimarães Jazz, domingo (11 de novembro), estão programados dois concertos: o primeiro, às 17h00, uma colaboração entre os alunos da ESMAE e o compositor que os dirigirá, Jacam Manricks. Às 22h00, o mais recente espaço cultural da cidade – a Plataforma das Artes e da Criatividade – recebe o concerto Lucian Ban Enesco Re-Imagined, uma homenagem do pianista de jazz Lucian Ban à vida e obra do violinista, compositor e pedagogo romeno George Enescu (1881-1955).

Animações musicais, jam sessions e oficinas de jazz complementam o festival

Além dos concertos, as atividades paralelas do festival permitem ao público experienciar o jazz de múltiplas formas em Guimarães.
As jam sessions acontecem entre os dias 08 e 17 no Convívio – Associação Cultural e no Café Concerto do CCVF e serão protagonizadas pela formação liderada pelo saxofonista Jacam Manricks. Durante o festival, serão ainda realizadas jam sessions no São Mamede – Centro de Artes e Espetáculos pelos alunos da ESMAE.

Já as oficinas de jazz figuram-se como uma oportunidade única de interação e troca de experiências. Tal como as jam sessions, são dirigidas pelos músicos residentes que se deslocam propositadamente dos E.U.A. a convite do festival, fixando-se em Guimarães durante duas semanas. Este ano, as oficinas de jazz são orientadas por Jacam Manricks (saxofone), Gary Versace (piano), Raoul Bjorkenheim (guitarra), Phil Donkin (contrabaixo) e Ross Pederson (bateria), decorrendo entre 12 e 16 de novembro, no Centro Cultural Vila Flor.

Artigos Relacionados