PUB
Domingos Bragança quer Hospital de Guimarães no Grupo II
Sexta-feira, Janeiro 9, 2015

O presidente da Câmara Municipal de Guimarães, à margem da reunião do executivo municipal desta quinta-feira, reiterou a sua intenção de continuar a lutar pela reclassificação do Centro Hospitalar do Alto Ave, para o Grupo II.

Domingos Bragança sempre se manifestou contra a classificação no Grupo I do Centro Hospitalar do Alto Ave, pela Portaria nº 82/2014, o que, a manter-se, levará à perda de algumas das especialidades médicas existentes naquela unidade hospitalar.

Nesse sentido, revelou esta quinta-feira, que nos últimos dias de 2014, aproveitando a presença de Paulo Macedo, Ministro da Saúde, em Guimarães, teve com ele um encontro onde lhe manifestou toda a sua preocupação com a classificação atribuída pela referida Portaria ao Hospital de Guimarães, solicitando-lhe que procedesse à sua revogação ou que reclassificasse o hospital vimaranense no Grupo II.

Domingos Bragança aproveitou ainda para informar Paulo Macedo que já desenvolveu contatos com os presidentes de Câmara de Famalicão e de Barcelos, no sentido de se pensar na possibilidade de criar o Centro Hospitalar do Ave, pela fusão do Centro Hospitalar do Alto Ave com o do Médio Ave (Famalicão), via pela qual, como referiu “resolveria a situação, em definitivo”. Segundo Bragança, Paulo Macedo terá achado que este é “um caminho interessante a fazer” e que “estava disponível para avaliar connosco essa possibilidade” pelo que se tentará agendar uma reunião para, na presença de todos (autarcas envolvidos e Ministro da Saúde), avaliar esta possibilidade.
“Não descansarei, e isso já o disse aos vimaranenses, enquanto não vir este assunto resolvido. A Portaria tem de ser revogada ou o hospital classificado como deve estar, reconhecendo-lhe a excelência e dimensão que tem”, disse Domingos Bragança a este propósito.