PUB
Diabetes Mellitus
Sexta-feira, Fevereiro 3, 2006

Alimentação
– Deve ser dividida em pelo menos 3 refeições, mais 2 merendas. Desta forma vamos prevenir a fome e diminuir a subida do açúcar no sangue, que aparece normalmente após as refeições.
– Pode comer os vegetais livremente (tomate, pepinos, couves, espinafres, cebolas, cenouras…), assim como beber chá, café, água e bebidas com adoçantes, como a sacarina.
– Deve diminuir para metade a quantidade de pão, batata, arroz, cereais, massa, amendoins e outros “salgados”.
– Deve evitar as gorduras (manteiga, óleo, salsichas, queijo gordo, carne e peixe, molhos, gelados, carne e peixe enlatados, batatas fritas, nozes, fritos).
– Não deve beber ou comer alimentos com açúcar, tais como chocolates, bolos, mel, doces, coca-cola e outros refrigerantes; mesmo os sumos de fruta naturais contêm o açúcar da própria fruta.
– Tenha cuidado com alguns produtos “para diabéticos” contendo frutose ou sorbitol, que são “açúcares escondidos”.
– Deve ter em atenção que se beber álcool sem comer, isso vai diminuir o açúcar no sangue, podendo causar uma crise de hipoglicemia.
– Se aumentar a actividade física, o seu açúcar no sangue vai baixar, pelo que deve comer hidratos de carbono adicionais, ex. sumo de fruta ou uma fatia de pão, para uma hora a andar à velocidade normal.

Perda de Peso
– A diminuição da gordura do corpo vai melhorar o seu valor de açúcar no sangue e reduzir a necessidade de medicamentos (insulina ou comprimidos).
– Não se deve perder mais de 1 quilo por semana, o ideal é a perda de 1 a 3 quilos por mês.
– Se beber vinho ou outras bebidas alcoólicas, tente evitá-las durante o período de perda de peso.
– Uma pequena refeição pode ajudar antes de uma festa ou antes de ir fazer compras.
– Se sentir fome que não possa esperar até a próxima refeição, coma vegetais (pepino, cenoura…) ou uma peça de fruta.
– A melhor forma de perder peso é introduzindo o exercício físico, por exemplo, andar a pé durante 1 hora ou andar de bicicleta durante 30 minutos.

Prevenção da Hipoglicemia
– Os níveis de açúcar sobem e descem no sangue – a insulina baixa o açúcar no sangue.
– Quando o açúcar no sangue é demasiado baixo, pode sentir-se com suores, com fome, ansioso, com tonturas, tremores, “ estranho”, com falta de concentração, com visão dupla ou desfocada, pode sentir os batimentos do coração.
Ao sentir-se assim, mesmo que não possa ou não saiba medir o seu açúcar no sangue – tome imediatamente 1 ou 2 pacotes de açúcar!!!!!
– A hipoglicemia pode acontecer se:
1) Não comeu o suficiente para contrabalançar a insulina – esqueceu ou atrasou alguma refeição;
2) Fez exercício vigoroso ou cansativo – Coma hidratos de carbono extra (ex: 2 bolachas, sanduíche, pequena barra de chocolate)
3) A dose de insulina está demasiado elevada!!!
Atenção: Traga consigo sempre 2 pacotes de açúcar, bolachas ou doces.
Traga sempre o seu cartão de identificação de diabético.

Prevenção das Lesões dos Pés
– Inspeccione diariamente os seus pés (se for difícil, utilize um espelho ou peça ajuda);
– Avise em caso de pele dura, calos, cortes na pele, infecções, mudanças de cor, úlceras;
– Mantenha sempre os pés limpos e secos. Use cremes neutros se a pele for muito seca, se for húmida, use pó;
– Mude todos os dias de peúgas, meias ou collants;
– Use calçado mole, confortável e bem adaptado;
– Lime as unhas em vez de as cortar;
– Evite temperaturas extremas; lave os pés com água morna;
– Não ande descalço.

Vigilância dos Problemas Oculares
– Os seus olhos devem ser examinados anualmente. Lembre o seu médico da data prevista;
– Diga ao seu médico dos olhos que tem diabetes;
– Evite conduzir durante três horas após um exame ocular, especialmente à noite;
– O exame dos seus olhos deve ser feito apenas por um oftalmologista;
– Se notar uma diminuição súbita da visão, contacte o seu médico imediatamente.
Os doentes diabéticos necessitam adquirir conhecimentos e técnicas sobre vários assuntos relacionados com a sua doença e esperemos que estes dois artigos tenham sido úteis no esclarecimentos de algumas dúvidas, pois a falta de informação precisa e pertinente pode também ser a causa de acidentes graves envolvendo o doente diabético.