PUB
David Silva e Augusto Mendes no pódio em Santo Tirso
Quarta-feira, Maio 28, 2008

A dupla de pilotos taipense apresentou-se no passado fim-de-semana em Santo Tirso com o seu Fiat Punto, onde viriam a conseguir um surpreendente segundo lugar, apenas a sete segundos de Américo Moreira.

Realizou-se no passado fim-de-semana o rallye de Santo Tirso (Santo Thyrso conVida), uma prova disputada em pisos de asfalto sob presença de chuva a contar para o Troféu Regional de Ralis – Douro. À prova compareceram 39 pilotos, sendo que uns estavam inscritos no Campeonato Regional Norte e outros no Extra.

A prova era constituída por três provas de classificação (PEC) realizadas na parte da manhã, com repetição da parte da tarde. “Trata-se de uma estreia da equipa em pisos de asfalto com chuva, não conhecemos o comportamento do carro com pneus de chuva, daí que vamos optar por uma toada de cautelas redobradas e, se não perdermos muito tempo de manhã, atacaremos de tarde” – afirmava Augusto Mendes antes da prova.

Logo na primeira PEC (Sr.ª da Assunção) David Silva e Augusto Mendes foram motivo de destaque. Depois de “decorridos 2 km da PEC e com o asfalto seco, os pneus de chuva revelavam-se uma escolha errada. O Punto deslizava em demasia fazendo-nos perder tempo a corrigir trajectórias. No entanto, entramos numa parte mais encoberta por árvores e com asfalto molhado logrando o segundo tempo da geral atrás do Mitsubishi Lancer Evo 8”, palavras de David Silva entusiasmado com a performance. Seguiram-se um 3.º e 4.º lugares, que os fazia terminar a manhã no 2º lugar.

Os pilotos das Taipas, David Silva e Augusto Mendes, partiram para a prova como “forma de nos prepararmos para os rallyes de Vila Nova de Cerveira e de Vila Verde que terão lugar nos dias 7/8 e 27/28 de Junho respectivamente”, palavras de David Silva, já no final da prova enquanto ainda digeria o melhor resultado alcançado na sua curta carreira dos rallyes.

Para a tarde optaram por manter a mesma escolha de pneus, tendo a dupla das Taipas perdido 2 segundos na segunda passagem pela Sr.ª da Assunção, perda que se deveu ao facto de terem ficado sem intercomunicadores ao longo de mais de metade da PEC.

Brilhante fora a segunda passagem pela Mourinha, onde apesar de um pião no primeiro gancho da PEC, retiraram 15 segundos ao tempo da manhã, em apenas 8 quilómetros, sendo que nessa PEC os taipenses afundaram-se na classificação devido a um furo. Era chegada a ultima PEC e estavam atrás de um Subaru, que viria a alcançar o primeiro posto, não tendo os taipenses qualquer argumento – leia-se carro – para contrariar o ataque desferido.

“É a primeira vez que saboreamos o champanhe, estou consciente que fizemos um trabalho fabuloso neste rallye. Obrigado a todos os que nos ajudaram neste resultado, em especial ao nosso preparador e amigo António, ao Gusto… É uma sensação indescritível dadas as circunstâncias em que obtemos este resultado”, palavras de David Silva, ainda eufórico antes de atravessar o podium.

Por sua vez Augusto Mendes frisa “ser um resultado que todos os rallyes logramos alcançar, mas foi precisamente onde menos esperávamos que o conseguimos. Aproveito para agradecer à Multimemo, Escola Condução Mariana, Cerveira TIR, Eurotransmissão, Mr.Poster, Barclays, Jomafe, Compra Certa, Mitrosport, Discobraga, Box Video Club e D.Pedro Caffe.

A dupla das taipas dirige agora baterias para Cerveira, nos próximos dias 7 e 8 de Junho, onde espera atingir um bom resultado.

Artigos Relacionados