Criminalidade violenta reduziu no Distrito de Braga
Segunda-feira, Fevereiro 13, 2006

O Governador Civil reuniu na passada semana com a 2.ª Comissão do Conselho Coordenador, no Concelho de Vila Verde, para fazer uma análise sobre a situação da segurança no Distrito de Braga. Nesta reunião foram abordados diversos temas, entre eles a segurança interna numa perspectiva de prevenção ao combate à criminalidade. A Comissão concluiu que […]

O Governador Civil reuniu na passada semana com a 2.ª Comissão do Conselho Coordenador, no Concelho de Vila Verde, para fazer uma análise sobre a situação da segurança no Distrito de Braga.

Nesta reunião foram abordados diversos temas, entre eles a segurança interna numa perspectiva de prevenção ao combate à criminalidade.

A Comissão concluiu que a criminalidade violenta reduziu no Distrito de Braga durante o ano de 2005, tendo crescido ligeiramente a pequena violência. Acrescentou, no entanto, que se verifica a existência de delinquência juvenil, “para a qual é preciso encontrar novas soluções”.

Outra das conclusões diz respeito à relaçção entre desemprego e delinquência: “é de referir que tendo aumentado nos últimos tempos no nosso Distrito o número de desempregados não cresceu a delinquência, o que significa terem sido positivas as medidas de apoio social assumidas pelo Governo para esta questão”.

A problemática da prostituição foi também abordada, estando algumas vezes ligada à emigração clandestina, falsificação e contrafacção. No que diz respeito aos bares, o Governador Civil revelou que houve um aumento crescente nos pedidos de licenciamento, pelo que é importante controlar a sua actividade de modo a não serem utilizados para fins diferentes dos autorizados.

Da 2.ª Comissão do Conselho Coordenador fazem parte o Comandante do Grupo Territorial de Braga da Guarda Nacional Republicana, Comandante Distrital da Polícia de Segurança Publica, Coordenador do Departamento de Investigação Criminal da Polícia Judiciária e o Chefe da Delegação de Braga do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras.

PUB

Artigos Relacionados