PUB
Congresso da Sociedade Portuguesa de Artroscopia e Traumatologia Desportiva
Terça-feira, Setembro 22, 2015

O médico taipense Hélder Pereira preside ao XII congresso da SPAT que se realiza em Guimarães, no Centro Cultural Vila Flor, entre os dias 24 e 25 de setembro. O médico João Lourenço é outro dos envolvidos na organização e elaboração do programa científico do congresso que reunirá uma série notável de especialistas nacionais e internacionais nas diversas áreas da Medicina Desportiva e da Artroscopia.

O facto de Guimarães entrar na rota da realização deste tipo de encontros científicos é vista de uma forma natural por Hélder Pereira: “Para mim foi uma escolha óbvia que o meu colega João Lourenço apoiou imediatamente. É preciso descentralizar e trazer eventos deste nível para locais diferentes de Lisboa e Porto. Se o Grupo de Investigação 3B´s e a Universidade do Minho conseguem trazer grandes eventos científicos para Guimarães, nós acabamos por demonstrar aos membros da SPAT que este Congresso só teria a ganhar realizando-se nesta Cidade Património Mundial”.
José Filipe Salreta, presidente da SPAT, reforça esta ideia, acrescentando que a escolha da cidade de Guimarães para acolher este evento internacional também se justifica por ser uma “cidade cheia de jovens e de vida e cercada de instituições universitárias que lhe conferem um clima especial e que condiciona um fervor cultural e científico que se respira nas suas ruas”.

O presidente da SPAT, referindo-se aos temas que dominam o Congresso, não tem dúvidas que são “do máximo interesse científico, de grande atualidade e transversais a todos aqueles que se interessam por este tipo de patologia e que se dedicam ao tratamento de lesões desportivas”. O organizador deste XII congresso, por sua vez, espera que este encontro seja um marco da SPAT, pois junta “alguns dos melhores clínicos do mundo da especialidade” e que desta forma possa contribuir para reforçar o papel da SPAT em Portugal e no estrangeiro. Hélder Pereira salientou ainda que, pela primeira vez, o congresso será precedido por um Curso Prático em Cadáver do Ombro, Joelho e Tornozelo, organizado pelo Dr. Manuel Vieira da Silva, entre 22 e 23 de setembro, “com participantes nacionais e estrangeiros que muito reforçam a qualidade deste congresso”. Estes dois dias estarão virados para o desenvolvimento do treino de capacidades cirúrgicas e contará com a coordenação do próprio na área de Artroscopia Avançada do Tornozelo.

Será de referir que este congresso conta com apoio da Universidade do Minho e foi reconhecido o seu mérito pela Sociedade Europeia ESSKA que lhe atribuiu o seu patrocínio científico. Desde o início que contou com a colaboração da Câmara Municipal de Guimarães que, como refere Hélder Pereira, “se tornou um forte aliado, sobretudo facilitando todas as condições logísticas necessárias, que, já agora, são excelentes! O Centro Cultural Vila Flor é fantástico para estes eventos”. Hélder Pereira reconhece que não foi fácil organizar este evento face às contingências económicas que o país vive e salienta o facto de partilhar a presidência deste Congresso com João Lourenço “uma pessoa que considero uma referência na ortopedia nacional e que respeito e admiro há muitos anos”.

Simpósio: Saúde, Desporto e Sociedade
Como complemento ao XII Congresso da Sociedade Portuguesa de Artroscopia e Traumatologia Desportiva decorrerá na sexta-feira, 25 de setembro, no Centro Cultural Vila Flor em Guimarães, um encontro que juntará várias personalidades ligadas ao mundo desportivo. O debate será moderado pelo antigo internacional e guarda-redes do Vitória de Guimarães, Neno, e pelo doutor João Lourenço. O simpósio juntará um painel multidisciplinar que debaterá vários temas da atualidade médico-desportiva. Incluem esse painel: Bruno Torres (campeão nacional, da Europa e do Mundo, de futebol de praia); Dulce Félix (campeã da Europa e atleta olímpica); José Pereira (presidente da Associação Nacional de Treinadores de Futebol); Henrique Calisto (treinador e comentador desportivo); Basil Ribeiro (médico da seleção nacional futebol de praia e do Rio Ave F. C.); Francisco Miranda (fisioterapeuta do S. C. Braga) e Hélder Pereira (médico e presidente do XII Congresso da SPAT).
Na plateia estarão vários outros agentes do desporto nacional e da medicina e traumatologia desportiva.
A organização defende que esta proximidade entre clínicos, agentes desportivos, treinadores e atletas “é uma das chaves para o sucesso em alta competição” e que o público assistirá a uma “conversa sem tabus sobre temas quentes da atualidade”.