Conferência sobre Fernando Pessoa na Sociedade Martins Sarmento
Quarta-feira, Outubro 21, 2015

A Sociedade Martins Sarmento promove na próxima sexta-feira uma conferência com Celeste Malpique, sobre a vida e obra do escritor Fernando Pessoa.

O encontro está marcado para as 18 horas e decorrerá na Sala Emídio Guerreiro, na sede da Sociedade Martins Sarmento, em Guimarães. Celesta Malpique será na altura apresentada por António Gama Brandão, sócio da instituição vimaranense.

Na conferência “Fernando Em Pessoa”, além da vida e obra do poeta, será apresentado o livro da autoria da conferencista “Na Floresta do Alheamento – Diálogo Improvável com Fernando Pessoa”.

Celeste Malpique é autora de várias publicações na área da psiquiatria e da psicanálise, área em que exerceu actividade clínica. A escrita sobre Fernando Pessoa surge de uma paixão pelo escritor.

Além de Na Floresta do Alheamento”, lançado este ano é também autora de “Fernando em Pessoa”, editado pela Fenda Edições, em 2007.

Artigos Relacionados

Conferência sobre boas práticas ambientais em contexto urbano
Quarta-feira, Junho 4, 2014

A Câmara de Guimarães em parceria com a ADRAVE, realiza no dia 5 de junho, no Pavilhão Multiusos de Guimarães, uma conferência subordinada ao tema “Modelos de Desenvolvimento, Sustentabilidade e Funções de Ecologia Urbana”.

O encontro tem como objetivo abordar práticas de sustentabilidade ambiental em contexto urbano, bem como apresentar e debater uma abordagem das Hortas Urbanas enquanto espaços de desenvolvimento social, económico e ambiental e destacar o seu valor ecossistémico no território.

A sessão de abertura, agendada para as 09:30 horas, será presidida por Domingos Bragança, Presidente da Câmara Municipal de Guimarães, numa cerimónia que contará ainda com a presença de Teresa Lameiras, Vogal da Autoridade de Gestão do Programa INTERREG Espaço Atlântico, e de Joaquim Lima, Administrador-Delegado da ADRAVE (Agência de Desenvolvimento Regional do Vale do Ave).

Artigos Relacionados

Conferência dedicada a Camilo Castelo Branco
Quinta-feira, Maio 3, 2012

Realiza-se este Sábado, nos Banhos Velhos, uma conferência dedicada a Camilo Castelo Branco e à passagem dos 150 anos sobre a publicação da sua obra “Amor de Perdição”

A entrada para esta iniciativa é livre e a mesma tem início agendado para as 22 horas do próximo Sábado.

Camilo Castelo Branco e a sua obra “Amor de Perdição”, publicada há 150 anos, servirão de mote à conferência que contará com a presença do Professor Doutor Sérgio Sousa da Universidade do Minho, Doutorado em Camilo.

A importância das obras de Camilo Castelo Branco na história da literatura portuguesa e a sua ligação às Taipas serão os temas que centralizarão o debate desta iniciativa.

Artigos Relacionados

Conferência Permanente de Cidadãos CEC Guimarães 2012 debate “Música e Comunidade”
Quinta-feira, Outubro 13, 2011

A sede da Associação Artística Vimaranese recebe uma conferência/debate promovido pela Conferência Permanente de Cidadãos CEC Guimarães 2012.

A iniciativa, agendada para esta sexta-feira (21.30 horas) no espaço do canalguimaraes.com, na sede da Associação Artística Vimaranese, vai centra-se no tema “Música e Comunidade”.

Em discussão estarão as formas como quer a música, quer a comunidade podem ser maximizados nos mega-eventos tipo Capitais Culturais, tentando perceber se aquilo que a CEC2012 preparou está assim potenciado no seu máximo ou se, ainda, será possível encontrar novos e mais profícuos caminhos para estas temáticas.

O debate conferência será moderado por Elisa Lessa, professora universitária e terá como oradores Ferreira Lobo (maestro), Jose Maria Pedrosa Cardoso (musicólogo) e Carlos Otero (actor, dramaturgo e cantor lírico).

Artigos Relacionados

Conferência da ATC de Joane dedicada à Energia, Desenvolvimento e Qualidade de Vida
Sexta-feira, Abril 18, 2008

Depois de D. Jorge Ortiga abordar o papel e os desafios das ONG, Eduardo Oliveira Fernandes, professor da Universidade do Porto falará sobre as relações entre energia, desenvolvimento e qualidade de vida.

A segunda conferência do ciclo que a Associação Teatro Construção está preparar decorre hoje pelas 21.30 horas, no Centro Cultural, em Joane.

Desta feita será orador o professor da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto, Eduardo Oliveira Fernandes, que abordará temática relacionada com “Energia, Desenvolvimento e Qualidade de Vida”.

Nesta sessão o moderador será Luís Costa, Sub-Director da RTP e empresário Tiago Vasconcelos será o interpelante.

Este ciclo de conferências tem por objectivo a apresentação e debate de conhecimentos e de ideias actuais, numa perspectiva sócio-cultural.

Artigos Relacionados

Conferência propõe pensar a Educação a sul do concelho
Sexta-feira, Janeiro 5, 2007

Primeira conferência organizada pela plataforma Guimarães – Pensar a Sul será dedicada à Educação. Durante a manhã será a apresentado o caso do primeiro Centro Escolar instalado no país, em Paredes de Coura.

A plataforma Guimarães – Pensar a Sul, constituída por diversas entidades das freguesias de Gandarela , Guardizela, Lordelo, Moreira de Cónegos e Conde levarão a efeito amanhã (6 de Janeiro) a primeira de um ciclo de conferências, com o objectivo de debater e definir uma estratégia de futuro.

A primeira conferência será dedicada à Educação e realizar-se-á no Auditório do Moreirense Futebol Clube, a partir das 9 horas. A sessão de trabalho apresentará um “estudo de caso” do Centro Escolar de Paredes de Coura – o primeiro centro escolar implementado no país, que será apresentado por diversos representantes daquela localidade.

Outros intervenientes no encontro serão Vítor Ferreira, vereador na Câmara Municipal de Guimarães, que apresentará a Carta Educativa de Guimarães; Jorge Ferreira – presidente da Assembleia de Freguesia de Lordelo e Paulo Renato presidente da Junta de Freguesia de Moreira de Cónegos, analisarão o impacto daquele documento nas respectivas freguesias.

O último painel será dedicado à formação profissional, na sua relação com o sector industrial.

Texto: Paulo Dumas

Artigos Relacionados

Conferência “100 anos ao serviço da cultura vimaranense”
Quinta-feira, Outubro 12, 2006

Parte do programa das comemorações dos 100 anos da Marcha Gualteriana, a conferência juntará os historiadores Armindo Cachada e Fernando Capela Miguel.

No âmbito das comemorações do centenário da Marcha Gualteriana, realiza-se amanhã, 13 de Outubro, a partir das 21.30 horas a conferência “100 anos ao serviço da cultura vimaranense”.

O tema da conferência estará centrado no tema “Marcha Guateriana – Passado, Presente e Futuro” e terá a moderação de Francisca Abreu, que além de vereadora municipal da cultura, é também presidente da mesa da assembleia-geral da Associação da Marcha Gualteriana. Na mesa estarão ainda o historiador Armindo Cachada e Fernando Capela Miguel, reconhecido activista associativo de Guimarães.

A conferência terá lugar no Salão nobre da Sociedade Martins Sarmento.

Artigos Relacionados

Conferência sobre a Citânia de Briteiros, em Braga
Quarta-feira, Março 22, 2006

Esta quinta-feira, a Biblioteca Pública de Braga vai promover uma conferência sobre a Citânia de Briteiros.

A conferência terá lugar no Museu Nogueira da Silva, pelas 21h30, e contará com a participação de Francisco Sande Lemos, da unidade de Arqueologia da Universidade do Minho e assessor científico da Sociedade Martins Sarmento, e do historiador Gonçalo Cruz.

Recorde-se que uma das perguntas do conhecido jogo “Trivial Pursuit” é qualquer coisa como: “Qual o monumento que mais orgulha as Caldas das Taipas?”. E a resposta que dá direito ao queijo é… a Citânia de Briteiros!

Artigos Relacionados

Conferência/Debate – “Vilas de Guimarães, que futuro?”
Quarta-feira, Setembro 21, 2005

Rui Vitor Costa – Candidato à Câmara de Guimarães pelo PSD – participou, nas Taipas, numa Conferência/Debate, com os 9 cabeças de lista do partido à vilas do concelho.

A Escola E. B. 2/3 das Taipas, foi palco no passado dia 19 de Setembro, duma Conferência/Debate – Vilas de Guimarães, que Futuro?, contando com a participação dos 9 candidatos do PSD às vilas do concelho e do cabeça de lista à Câmara, Rui Vitor Costa.

A Constantino Veiga, candidato do partido às Taipas, como anfitrião da iniciativa, coube-lhe abrir as hostilidades. Depois duma breve referência aos principais pontos do seu programa eleitoral, aproveitou a oportunidade para lançar algumas farpas relativamente ao tratamento que a vila das Taipas tem tido por parte do executivo municipal. Aliás, os que se lhe seguiram, fizeram questão de reforçar isso mesmo. O desinvestimento que, na opinião de quase todos, se tem verificado por parte da Câmara de Guimarães nas freguesias do concelho, em geral e nas vilas, em particular.

Numa sessão de decorreu durante cerca de duas horas e meia e com a sala bem composta, Rui Vitor Costa, foi o último a referir-se ao tema central da Conferência/Debate, depois de ouvir atentamente o que os seus colegas partidários foram dizendo e quetionando. Na sua intervenção, não deixou de referir, à semelhança doutras intervenções públicas que tem tido, o estranho adormecimento de António Magalhães relativamente a confrontos e debates públicos quer com ele, quer com qualquer um dos outros candidatos à Câmara Municipal.

Seguiu-se, na sua intervenção, uma apresentação sumária do programa do PSD à Câmara, donde destacou a descentralização de competências para as juntas de freguesia e o poder das vilas como importantes polos de desenvolvimento social, entre outros.

Durante a sua intervenção foi estabelecendo alguns paralelos entre algumas medidas, que nos últimos anos o PSD foi propondo à Câmara, constantemente chumbadas pela maioria socialista e que agora, conforme foi constatando, aparecem como prioridades no programa eleitoral do PS. Na sua opinião, quando o PS propõe no seu programa eleitoral: “continuar a política de delegações de competências nas Juntas de Freguesia”; “continuar a recuperação e qualificação dos centro cívicos das vilas e freguesias”, por exemplo, questiona: propõem-se continuar uma coisa que nunca começaram a fazer?. Estas foram algumas das questões levantadas pelo candidato social democrata sem nunca deixar de, para cada uma das constatações realizadas, apontar medidas propostas pelo PSD ao executivo, sempre com o mesmo fim – chumbo.

Artigos Relacionados