PUB
Comportamento dos funcionários de limpeza da Câmara colocado sob suspeita
Quinta-feira, Agosto 17, 2006

A denúncia parte de alguns populares que testemunharam o acto. Após a recolha do lixo das margens do Rio Ave, o mesmo foi lançado à água.

O alerta chegou à nossa redacção por E-mail e acusa funcionários camarários, responsáveis pela limpeza do Parque da vila de, após a recolha dos detritos, os lançarem rio abaixo.

José Silva conta que presenciou, juntamente com outros cidadãos, toda a situação. Alguns populares chegaram inclusivamente a questionar os trabalhadores sobre tal procedimento recebendo resposta “torta”: que se metessem na sua vida que do trabalho deles sabiam eles.

No seu e-mail, José Silva, dá ainda conta de que entre os detritos se encontravam, para além da folhagem das árvores, latas e garrafas plásticas.

________________________________

COMENTÁRIOS A ESTA NOTÍCIA
Este relato é reflexo daquilo que a Câmara tem permitido que se faça ao Rio Ave e à nossa praia fluvial. A Câmara tem feito exactamente a mesma coisa, permitindo que, no mesmo local, a cerca de vinte metros do colector de esgotos, jorrem esgotos, a céu aberto e através de ribeiro para o Rio Ave, a cerca de 50 metros da “praia fluvial” provenientes de construções por si licenciadas, em Ponte.
J. Gonçalves – 17/08/2006 16.35h

Já visitei algumas praias fluviais da zona e não encontrei nenhuma com o potencial que o rio das taipas tem. Houvesse vontade da autarquia e teríamos uma das melhores praias fluviais da zona.
Carlos Jorge Ribeiro – 20/08/2006 11.29h

Artigos Relacionados