PUB
Comissão conclui que Festas Nicolinas deverão ser classificadas como Património Imaterial da Humanidade
Quarta-feira, Novembro 26, 2008

Uma comissão especializada foi constituída para analisar e estudar fundamentação tendente à instrução de uma candidatura a apresentar à UNESCO tendente à classificação das Festas Nicolinas como Património Imaterial da Humanidade.

Na passada sexta-feira deu-se um passo importante no processo de reconhecimento das Festas Nicolinas como Património Imaterial da Humanidade, ao ter sido aprovado por unanimidade o parecer da Comissão Especializada da Assembleia Municipal incumbida de analisar a proposta e uma candidatura eventual.

A principal conclusão do parecer confirma o enquadramento pleno das Festas Nicolinas no estatuto definido pela UNESCO. Da lista do Património Imaterial da Humanidade constam, por exemplo, no continente europeu: “O Mistério de Elche” – um drama musical sagrado sobre a morte, assunção e coroação da Virgem Maria; e “La Patum de Berga” – uma mistura de manisfestações profanas e religiosas, ambos em Espanha; ou ainda “O Carnaval de Binche”, na Bégica. Da lista da UNESCO estão classificadas noventa manifestações culturais e tradições.

Esta deliberação surge dias antes do início das festas dos antigos estudantes do secundário de Guimarães, marcado para o próximo dia 29 de Novembro, com as “Ceias Nicolinas” e o “Cortejo do Pinheiro”. As Nicolinas estendem-se durante a semana seguinte com o “Pregão” e as “Maçãzinhas”, entre outras manifestações.

Texto: Paulo Dumas

Artigos Relacionados