PUB
Comissão Europeia atribui Prémio Melina Mercouri à Guimarães 2012
Sexta-feira, Setembro 9, 2011

A Comissão Europeia, pelo seu director-geral para a Educação e Cultura, confirmou a entrega do prémio Melina Mercouri, no valor pecuniário de 1,5 milhões de euros, a Guimarães 2012 Capital Europeia da Cultura.

A decisão final foi tomada com base na apresentação de progresso feito aquando das reuniões de acompanhamento, realizadas em Bruxelas, validadas por comunicações recentemente disponibilizadas pela Fundação Cidade de Guimarães.

A Comissão Europeia concorda desta forma com a avaliação efectuada pelo Painel de Acompanhamento e Aconselhamento da Capital Europeia da Cultura 2012, que sublinhou o esforço organizativo da equipa de Guimarães 2012 e o aprofundamento obtido no Programa Cultural relativamente à candidatura anteriormente apresentada. A estratégia de envolvimento – e de uma procura efectiva de legado pós 2012 – foi outro factor que mereceu o destaque positivo da comissão de avaliação.

“A atribuição deste prémio confirma as boas opções tomadas em termos de preparação de Guimarães 2012 Capital Europeia da Cultura”, afirma o presidente da Fundação Cidade de Guimarães, João Serra. Que acrescenta: “A Administração da Fundação Cidade de Guimarães congratula-se com esta distinção e saúda todos os vimaranenses, sem os quais tal não teria sido possível”. “Trata-se de um estímulo poderoso para a Capital Europeia da Cultura, num altura crucial dos trabalhos perante o nível de exigências a que estamos obrigados”, sublinha. João Serra confirma ainda que “o prémio terá aplicação directa no reforço de ligação à cidade de Guimarães e na promoção internacional da Capital Europeia da Cultura”.

António Magalhães, presidente da Câmara Municipal de Guimarães, também já manifestou o seu regozijo por tal distinção. Em comunicado, agradeceu “à Comissão Europeia pela capacidade de reconhecimento do imenso esforço que Guimarães está a fazer para garantir o sucesso do projecto da Capital Europeia da Cultura que entendeu cometer-nos e para que tanto e tantos trabalharam e trabalham”.

“Este prémio significa o reconhecimento do trabalho e, sobretudo, da qualidade desse trabalho, e representa um estímulo e um incentivo para todos nós”, sublinha o edil vimaranense.