Comemorações da batalha de S. Mamede
Terça-feira, Junho 21, 2005

Do Programa de Inaugurações a realizar pelo Presidente da Câmara Municipal de Guimarães, consta a inauguração do novo Parque de Lazer de S. João de Ponte.

PROGRAMA DE INAUGURAÇÕES

[Percurso: CMG > UM > Circular-direcção Santo Tirso > Lordelo]
09h30 – AMPLIAÇÃO DA ESCOLA EB1 DE SAMAR 1 – LORDELO
Descrição:
Ampliação do edifício existente através da construção de um edifício novo adjacente, com as seguintes valências:
– jardim-de-infância (sala de actividades, sala de educadores; instalações sanitárias, parque infantil);
– polivalente/refeitório (balneários, cozinha, despensa).

Áreas:
Área total do terreno: 2.150,00m².
Área total do edifício: 858,00m², sendo a área de implantação dos edifícios de 725.00m², incluindo já a nova construção.
Área de recreio coberto: 76,50m², constituindo-se acima de tudo como uma zona de transição interior/exterior (polivalente/recreio ao ar livre).

Outras informações:
O projecto teve em conta a compatibilidade com o Regulamento de Segurança Contra Incêndios, o Regulamento Geral das Edificações Urbanas, o Regulamento geral Sobre o Ruído e o Regulamento das Características de Comportamento Térmico dos Edifícios.

Ficha técnica:
Projecto: ALCEPI – Projectos de Arquitectura e Engenharia, Lda.
Construção: CARI – Casimiro Ribeiro & Filhos, Lda.
Fiscalização: CMG, Departamento de Obras Municipais
Custo: €380.217,70
 
[Percurso: Escola > VIM > SERZEDELO > PEVIDÉM]
10h00 – AVENIDA MOINHO DO BURACO, PEVIDÉM
Descrição:
Construção e pavimentação de uma avenida envolvente ao Parque do Moinho do Buraco de ligação a Serzedelo, compreendendo passeios, baias de estacionamento quatro faixas de rodagem, zonas de lazer e redes de abastecimento de água e rega, de esgotos e águas pluviais e de abastecimento de gás natural.

Ficha técnica:
Projecto: NVE – Engenharias, Lda.
Construção: M. Couto Alves, SA
Fiscalização: CMG, Departamento de Obras Municipais
Custo: €464.633,02

[Percurso: AVENIDA MOINHO DO BURACO > DIRECÇÃO GUIMARÃES > ROTUNDA DE SILVARES > CAMPELOS > NA ROTUNDA DE PONTE, DIRECÇÃO TAIPAS > ÚLTIMA À DIREITA ANTES DE SE INICIAR A DESCIDA PARA O RIO > PRIMEIRA À ESQUERDA]
10h30 – PARQUE DE LAZER DE SÃO JOÃO DE PONTE
Descrição:
Situado na margem esquerda do Rio Ave, o Parque tem uma área de aproximadamente 3,5 ha. A intervenção visou criar um espaço de lazer com novas ligações visuais à outra margem, onde se situa o Parque das Taipas, que ficará ligado a este por uma ponte metálica pedonal preexistente. As infra-estruturas instaladas estão vocacionadas para a prática do desporto, para a infância e para a plena fruição do espaço.
A área possui uma vasta galeria ripícola, que se pretende reforçar com a introdução de outras espécies ribeirinhas, prolongando o corredor ecológico estabelecido pelo Parque das Taipas.

Áreas:
Área total do terreno: 3,5 ha

Ficha técnica:
Projecto: CMG (Departamento de Serviços Urbanos e Ambiente, Departamento de Obras Municipais e Divisão de Projectos Municipais)
Construção: CMG (Departamento de Serviços Urbanos e Ambiente e Departamento de Obras Municipais) e Vimágua, EIM
Fiscalização: CMG, Divisão de Serviços Urbanos
Custo: €51.000,00
 
[Percurso: PARQUE DAS TAIPAS > DIRECÇÃO GUIMARÃES > CANEIROS]
11H00 – AMPLIAÇÃO DA ESCOLA EB1 DE AGUÇA-CANEIROS
Descrição:
Ampliação do edifício existente através da construção de um edifício novo adjacente, com as seguintes valências:
– ATL (sala de aulas, sala de professores, instalações sanitárias, polidesportivo exterior);
– polivalente/refeitório (balneários, cozinha, despensa).

Áreas:
Área total do terreno: 4.530,00m².
Área total do edifício: 1330,00m², sendo a área de implantação dos edifícios de 1000,00m², incluindo já a nova construção.
Área de recreio coberto: 87.00m², constituindo-se acima de tudo como uma zona de transição interior/exterior e espaço para actividades diversificadas.

Outras informações:
O projecto teve em conta a compatibilidade com o Regulamento de Segurança Contra Incêndios, o Regulamento Geral das Edificações Urbanas, o Regulamento geral Sobre o Ruído e o Regulamento das Características de Comportamento Térmico dos Edifícios.

Ficha técnica:
Projecto: ALCEPI – Projectos de Arquitectura e Engenharia, Lda.
Construção: NVE – Engenharias, Lda.
Fiscalização: CMG, Departamento de Obras Municipais
Custo: €390.095,75

[Percurso: ESCOLA > AZURÉM > DIRECÇÃO SÃO TORCATO > ALDÃO-FEIRA DE GROSSISTAS]
11H30 – CANIL-GATIL MUNICIPAL (1ª FASE), ALDÃO
Descrição:
Este equipamento municipal visa enfrentar um problema de higiene e saúde públicas, através do alojamento, tratamento dos animais abandonados, visando uma eventual adopção. Comporta duas alas: uma de serviços veterinários e outra para alojamento, dispondo de 50 jaulas para cães e 6 para gatos. Há ainda 3 jaulas para casos de raiva, estando prevista a instalação futura de incineradora. A 2ª fase do projecto, já executado pelos mesmos autores, prevê a construção de um hotel canino-felino.

Ficha técnica:
Projecto: NORTE – Arquitectos, Lda.
Construção: COMBITUR – Construções Imobiliárias e Turísticas, Lda.
Fiscalização: CMG, Departamento de Obras Municipais
Custo: €398.988,63

16H30 – MONUMENTO À LIBERDADE E À PAZ – HOMENAGEM AOS MORTOS NA GUERRA COLONIAL

Historial:
Em 26-5-2004 foi constituída uma Comissão para preparar uma homenagem aos militares, naturais de Guimarães, que perderam a vida em combate nas antigas colónias portuguesas, constituída pelo Presidente da Câmara Municipal de Guimarães, pelos antigos combatentes Senhores Júlio Mendes, Arnaldo Lima Ribeiro, João Ribeiro António, Manuel das Neves Antunes, José Alberto Freitas Soares, cujo ponto alto consistirá na construção de um monumento alusivo à liberdade e à paz.
Era, portanto, necessário escolher um local e um escultor para o monumento, tendo sido consensual que o primeiro seria junto à Estação de Caminhos-de-ferro, pela simbologia que envolve, já que, “foi, para alguns, o último local que pisaram quando deixaram Guimarães”. De igual modo, a escolha do escultor, depois de ouvida a opinião da Vereadora da Cultura, Dra. Francisca Abreu, bem assim como de especialistas na matéria, recaiu consensualmente em Paulo Neves, autor reconhecido, de vasto curriculum, com obras em espaços públicos de inúmeros concelhos do País e até no estrangeiro, figurativas, e com forte carga simbólica, absolutamente adequadas ao fim em vista. Note-se que outros autores da mesma craveira, cuja obra conhecemos e reconhecemos como eventualmente passível de se enquadrar nesta encomenda, têm já obra feita em Guimarães, como é o caso, entre outros, de José de Guimarães, João Cutileiro, Francisco Simões, Clara Meneres ou Irene Vilar, pelo que se procurou originalidade e novidade na escolha.
Contactado, o escultor Paulo Neves, este prontificou-se a fazer uma maqueta, que mereceu a aprovação e o aplauso da Comissão, do Pelouro da Cultura, dos peritos consultados e da generalidade das pessoas que a têm visto, por se enquadrar perfeitamente, quer no espírito da homenagem que se pretende fazer, quer no local a que se destina. Grosseiramente poderemos dizer que a escultura é em forma de obelisco em mármore de Estremoz, com cerca de um metro de largura por seis de altura, representando a metade inferior a torre de menagem do castelo e, portanto, Guimarães, e a parte superior um anjo, da liberdade, da paz. Na base serão inscritos nomes próprios, de forma aleatória mas representativa de quem chega e de quem parte.

O custo total, sem o transporte e a colocação, que ficaram a cargo dos serviços do Município, foi de €27.500.

PUB

Artigos Relacionados