Clube Caçadores das Taipas continua sem direcção
Sábado, Maio 21, 2005

Foi mais uma reunião inconclusiva a que decorreu no dia 20 de Maio. O Salão Nobre dos Bombeiros encheu-se com a expectativa de ver “fumo branco”. Em poucos minutos os presentes puderam verificar que o futuro continua bem sombrio.

Na passada sexta-feira, dia 20 de Maio, teve lugar no Salão Nobre dos Bombeiros, uma Assembleia com vista à apresentação de listas para a Direcção do Clube Caçadores das Taipas.
Com início às 21:30, José Augusto Ribeiro, Presidente da Comissão Administrativa do clube afirmou não ter recebido qualquer lista candidata.
Os sócios mostraram-se desagradados com esta situação e, expressaram vontade de debater o futuro do Taipas.
Um dos sócios indignados foi João Baptista, sócio nº 1 do Clube, que apelou à união dos associados para se encontrar uma rápida solução.
Para acalmar os ânimos, José Augusto Ribeiro desmistificou a situação do Taipas, revelando que “o problema do Taipas não é financeiro, mas sim directivo”. Na sua opinião, este problema deve-se ao facto de as pessoas terem receio de assumir a responsabilidade em gerir correctamente o clube. Já Amâncio Mendes revela que “os problemas do Taipas são leves”, concluindo com confiança que assumiria os problemas financeiros do clube, pois a situação não é grave.
Sem a existência de candidatos, ficou agendada outra Assembleia para o dia 31 de Maio à mesma hora e no mesmo local com os seguintes pontos na ordem do dia:
1 – Apresentação de contas referentes ao período de Dezembro de 2004 a Maio de 2005;
2 – Eleições para a Direcção do Clube.
A partir do dia 31 de Maio, caso não apareça nenhuma lista, o clube apenas abrirá as suas portas para a realização de jogos de alguns escalões das camadas jovens que ainda se encontram em competição e cuja época terminará a 19 de Junho.
A Comissão Administrativa não continua, não aparece qualquer lista a sufrágio, todos dizem que é necessário conjugar esforços, no entanto, ninguém avança.
Nestas condições é bem provável que na próxima reunião o clube chegue a um beco sem saída.

PUB

Artigos Relacionados