Centro Ciência Viva de Guimarães associa-se a 250 cidades em toda a Europa
Sexta-feira, Setembro 30, 2016

A Noite Europeia dos Investigadores é uma iniciativa que decorre à escala europeia e que em Portugal acontece em várias cidades, com programas próprios associados à divulgação científica junto de vários públicos.

O Centro Ciência Viva de Guimarães associa-se à Noite Europeia dos Investigadores, juntamente com 250 cidades europeias em 30 países, esta sexta-feira, 30 de Setembro. O Curtir Ciência – Centro Ciência Viva de Guimarães associa-se a esta acção com várias actividades que decorrerão a partir das 19 horas.

Do programa farão parte visitas guiadas especiais gratuitas, momentos musicais e três palestras – “Há morcegos em Couros” (19 horas), “Sustentabilidade” (21 horas) e “As voltas dos couros na Fábrica de Curtumes Âncora” (22.30 horas), todas no Centro Ciência Viva. As participações nas palestras necessitam de uma inscrição prévia.

Ainda a Norte estão previstas iniciativas inseridas no programa da Noite Europeia dos Investigadores em Braga no Museu D: Diogo de Sousa, com iniciativas a partir das 16 horas e onde será possível participar na realização de experiências, demonstrações e exercícios práticos relacionados com diversas áreas científicas.

Esta iniciativa tem como objectivo a aproximação da ciência dos cidadãos e desmistificar a figura do cientista. Pretende-se também que esta seja uma oportunidade de divulgação do trabalho de investigação científica, que por vezes fica confinado às paredes dos laboratórios científicos.

A Noite Europeia dos Investigadores é uma iniciativa da Comissão Europeia, no âmbito das Acções Marie Curie que, em Portugal, tem ainda a coordenação da rede Centros de Ciência Viva e de universidades do Porto, Lisboa e do Minho, assim como do Museu Nacional de História Natural e da Ciência.