PUB
Catálogo sobre a tradição das cutelarias premiado na Assembleia da República
Quinta-feira, Junho 4, 2015

O catálogo criado a propósito da exposição “Guimarães: a Tradição das Cutelarias”, levada a cabo pela ACIG, foi distinguido. O prémio foi entregue numa cerimónia protocolar que decorreu na Assembleia da República.

A monografia criada para a exposição “Guimarães: a Tradição das Cutelarias” recebeu o prémio da APOM – Associação Portuguesa de Museologia para o melhor catálogo de 2015. O Prémio foi entregue no passado dia 29 de Maio, na Sala do Senado da Assembleia da República, em Lisboa.

A ACIG – Associação Comercial e Industrial de Guimarães, promotora da exposição, tinha apresentado a candidatura em Abril e foi convidada a estar presente na cerimónia de entrega de prémios. Foi nessa altura que ficou a saber o resultado final de um prémio que atribuiu depois duas menções honrosas (uma ao Museu da Misericórdia, de Viseu, e outra ao Mosteiro de Tibães).

Os responsáveis pela exposição e pela monografia, no qual se inclui o taipense Carlos Marques, foram acompanhados na cerimónia pelos deputados Miguel Laranjeiro e Francisca Almeida, consideraram a iniciativa “Guimarães: a Tradição das Cutelarias” um marco na preservação, divulgação e promoção de uma indústria tão importante para Guimarães.

A APOM celebra este ano o seu 50.º aniversário e atribui estes prémios anualmente, desde 1997, a museus, projectos, profissionais e actividades desenvolvidas no setor.