PUB
Casa da Memória, “equipamento cultural de referência”
Terça-feira, Abril 26, 2016

O presidente da Câmara Municipal de Guimarães inaugurou a Casa da Memória, no dia em que se comemorou o 42.º aniversário da revolução de Abril.

Visivelmente satisfeito com o resultado final, Domingos Bragança afirmou que se trata de uma casa de “afetos” que juntará várias gerações, “as histórias que podem ser vividas neste espaço passam do avô ao neto”.

Esta proximidade com a população dominou a intervenção de Domingos Bragança que destacou o elevado número de vimaranenses presentes no dia da abertura da Casa da Memória. Tendo presente essa memória, o presidente do município evocou as origens da nacionalidade e socorreu-se do rei fundador para estabelecer um paralelismo com os tempos atuais: “Nós herdamos o ADN de D. Afonso Henriques, somos todos descendentes deste rei fundador, somos tenazes e sempre conjugamos esforços para o bem coletivo. Continuamos com essa força, de rasgar novos caminhos, novos horizontes, sempre envolvendo todos os vimaranenses”.

Domingos Bragança entende que Guimarães tem sabido “interpretar o seu passado e a sua história” e que este novo espaço será “a Casa da Memória de todos os vimaranenses e naturalmente dos portugueses”.

“A Casa da Memória irá afirmar-se como equipamento cultural de referência”, foi uma das ideias chave do discurso de abertura desta sessão, que coube ao vereador responsável pela área da cultura concelhia. José Bastos destacou a “particular emoção” com que vivia esta cerimónia de inauguração, sublinhando que Guimarães é uma cidade de “diversidade e sempre foi capaz de acrescentar novas camadas de significado, mantendo sempre o essencial da sua identidade histórica”, como era testemunhado nos diferentes espaços do edifício agora aberto ao público.

Catarina Pereira será a diretora da Casa da Memória. Técnica pertencente aos quadros da Oficina acredita que o público vimaranense marque uma forte presença neste espaço e, depois, “será crescer de dentro para fora”.

A Casa da Memória estará aberta de terça-feira a domingo, das 10 às 13 horas e das 14 às 19 horas, encerrando apenas à segunda-feira. Com entrada gratuita aos domingos de manhã, o preço do bilhete é de 3 euros para o público em geral.