PUB
Câmara de Guimarães assinou protocolos de âmbito social com 49 instituições
Sexta-feira, Julho 10, 2015

Sessão pública decorreu esta sexta-feira, na Plataforma das Artes, com a presença de Domingos Bragança. A atribuição de apoios financeiros a instituições de solidariedade social para o ano em curso totaliza 602.421,40 euros.

As instituições que apresentaram candidaturas para o ano 2015 encontram-se inscritas no Registo Municipal das Instituições de Solidariedade Social de Guimarães (RMISG) e o conteúdo das propostas foi avaliado de acordo com os critérios de apreciação previstos nos artigos 10º e 11º do regulamento.
Os projetos aprovados tiveram em conta a sua qualidade, o facto de darem continuidade a execuções anteriores, a sua criatividade e inovação, o número potencial de beneficiários e darem resposta às necessidades da comunidade, entre outros parâmetros previstos no regulamento.

Ao Centro Social, Cultural e Desportivo de Silvares foi atribuído o subsídio mais elevado (61 mil e 500 euros) e à Irmandade de S. Crispim e S. Crispiano o de menor valor (mil e cem euros). De destacar ainda 50 mil euros para o Centro Social de Brito, 30 mil para o Centro Social Cultural Desportivo e Recreativo de Vila Nova de Sande e Castreja Cooperativa de Apoio Social e Cultural, 10 mil para a Casa do Povo de Briteiros, 8 mil para o Centro Social Padre Manuel Joaquim de Sousa, 6 mil para o Centro Social D. Manuel Monteiro de Castro e 5 mil para o Centro Social e Cultural de Campelos.